Posicionamento e orientação corporal. Rúben Dias.

FUTEBOL - Ruben Dias no treino do Benfica com vista a preparacao do Napoles - Benfica, partida da LIGA DOS CAMPEOES 2016/2017. Estadio San Paolo, em Napoles, Italia. Terca Feira, 27 de Setembro de 2016. (Miguel Nunes/ASF)

Numa era em que o jogo é mais rápido do que nunca, estar bem posicionado já não se resume ao estar no sítio certo na hora exacta. É necessário mais. Estar no sítio certo, na hora certa, com a posição corporal adequada!

Encurtar o espaço entre sectores, aumentando o espaço que fica nas costas da última linha requer uma concentração mental permanente, e um jogo de orientação corporal eficiente, para que se possa baixar rapidamente sem perder metros para os avançados que se movem para receber entre defesas e guarda redes.

No texto anterior em que se falou de Rúben Dias afirmou-se:

Rúben tem mais do que qualidade para poder já ocupar um lugar importante na equipa principal. Concentrado, com um entendimento do jogo muito elevado, não só no espaço a ocupar, mas também na posição corporal adequada para cada situação, capacidade de liderança e imponência no jogo aéreo, e com potencial para ser bastante superior com bola na construção, à dupla previsivelmente titular da nova época, são traços do melhor central que o Benfica formou em longos anos.

Rúben ainda não somou minutos na primeira Liga e porque cresceu à direita possivelmente precisará de algum tempo para se adaptar ao lado esquerdo do centro da defesa, todavia, pelo potencial que tem e porque por tantas dificuldades defensivas tem passado o Benfica, já é o jogador certo para entrar na equipa. Jogando num contexto mais elevado, tornar-se-à o melhor central formado no Benfica nas últimas décadas.

Agradecimento muito grande à mais de uma centena dos que já se juntaram a nós no Patreon. Para terem acesso a todos os conteúdos que por cá se produzem, e darem uma pequena ajuda para que possamos manter periodicidade das publicações é passar por lá. Agora também com acesso à drive do Lateral Esquerdo, onde partilhamos “influências”. Recordamos que 1 euro mês será desde logo uma grande ajuda! Alternativa no lateralesquerdo.com@gmail.com.

P.S. – LIGA FANTASY do Lateral Esquerdo (dá para descarregar também a App para o telemóvel!

Quem quiser juntar-se a nós, basta clicar : LATERAL ESQUERDO FANTASY. O Código (Toke) para aderirem é: LatEsq18

Já passam de 700 inscrições, e recordo que a partir das 750, oferecemos um tablet ao vencedor!

Paolo Maldini
Sobre Paolo Maldini 3013 artigos

Criador do “Lateral Esquerdo”, tendo sido como Treinador Principal, Campeão Nacional Português (2x), vencedor da Taça de Portugal (2x), e da Supertaça de Futebol Feminino, em três anos de futebol feminino. Treinador vencedor do Galardão de Mérito José Maria Pedroto – Treinador do ano para a ANTF (Associação Nacional de Treinadores de Futebol), e nomeado para as Quinas de Ouro (Prémio da Federação Portuguesa de Futebol), como melhor Treinador português no Futebol Feminino.

Experiência como Professor de Futebol no Estádio Universitário de Lisboa, palestrante em diversas Universidades de Desporto, e entidades creditadas pelo Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ).

Autor do livro “Construir uma Equipa Campeã” da PrimeBooks.

Analista de futebol na TV e no Jornal Record.

8 Comentários

  1. Boa tarde.
    Com dois centrais da formação na pré-época (Rúben Dias e Ferro) sendo que o Rúben parece aquele que está mais próximo de eventualmente ser uma solução para a equipa A não deveria o Ferro ter sido testado não só pela sua qualidade mas sobretudo pelo seu hábito de alinhar no centro esquerdo por fazer dupla com o Rúben?

  2. Muito bom, este miúdo. A atenção aos detalhes, que cada vez menos são detalhes, por parte do Rúben é notória, e faz-me lembrar o Luisão. Por oposição, nos lances referidos no vídeo, vê-se um Lisandro cujos apoios e orientação corporal são pouco melhor que anárquicos. Jogou na Emirates, ao contrário de Kalaica, pelo que o último não deverá ficar no plantel. Mas veremos se Rúben se queda pelo estatuto de 4º central. Até pode começar, mas com a inevitabilidade (no Benfica!) das lesões e as várias competições de clubes em que o SLB estará envolvido, terá oportunidade de ascender na hierarquia.

      • Pergunto porque eu não sei quando a formação começa e quando a formação acaba.

        Eu para mim foi formado nos dois… Começou a sua formação no Vasteras e terminou-a no Benfica.

        Daí querer saber o que os autores consideravam, porque se consideram que pode ser melhor que o Lindlelof (melhor que o que é neste momento, durante a passagem de ambos no Benfica) teremos então aqui um caso sério, e que bem calhava a Portugal ter mais um bom central.

        • viva helder…fez o final da formaçaõ no slb… mas chegando com aquela idade, n o considero formado no slb! mas para a uefa, sim. Foi lá formado.

  3. A pressão de vencer na formação/equipa B, impede o lógico.
    Que os DCentrais se revezem entre a direita e a esquerda. Todas as equipas de formação deveriam fazer atuar os jogadores fora das suas posições, de X em X jogos, em vez de terem 30 jogadores nos planteis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*