Pizzi, o titeriteiro.

O entendimento dele não é só comigo, como com quase todos os jogadores em campo, dado que ele desempenha um papel que lhe permite, e muito bem, mexer com todo o jogo, tanto nosso como do adversário.

Fejsa sobre Pizzi

A influência do médio encarnado, tantas vezes por cá abordada, nas palavras do colega Fejsa.

Aqueles que se destacam pelas capacidades cognitivas têm o condão de não apenas se valerem das suas qualidades individuais para provocar desequilíbrios, mas também  para fazer acontecer pelas decisões que tomam. Receber mais aqui ou ali, soltar já ou um segundo depois. Tudo com ideias por trás, tudo com o intuito de provocar algo no adversário ou até em toda a estrutura contrária.

Ele faz uma coisa para que aconteça outra

Xabi Alonso sobre a tomada de decisão de Busquets

Ver mais adiante, perceber o jogo e influência-lo. Cada vez mais, os melhores são os mais capazes de na sua tomada de decisão criarem ratoeiras ao adversário, ganhando espaço e tempo para os colegas.

Paolo Maldini
Sobre Paolo Maldini 3767 artigos
Pedro Bouças - Licenciado em Educação Física e Desporto, Criador do "Lateral Esquerdo", tendo sido como Treinador Principal, Campeão Nacional Português (2x), vencedor da Taça de Portugal (2x), e da Supertaça de Futebol Feminino, bem como participado em 2 edições da Liga dos Campeões em três anos de futebol feminino. Treinador vencedor do Galardão de Mérito José Maria Pedroto - Treinador do ano para a ANTF (Associação Nacional de Treinadores de Futebol), e nomeado para as Quinas de Ouro (Prémio da Federação Portuguesa de Futebol), como melhor Treinador português no Futebol Feminino. Experiência como Professor de Futebol no Estádio Universitário de Lisboa, palestrante em diversas Universidades de Desporto, Cursos de Treinador e entidades creditadas pelo Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ). Autor do livro "Construir uma Equipa Campeã", e Co-autor do livro "O Efeito Lage", ambos da Editora PrimeBooks Analista de futebol no Canal 11 e no Jornal Record.

1 Comentário

  1. Alguns jogadores jogam para o público e para os seus aplausos. Depois há os outros que jogam para os colegas e obtêm o seu respeito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*