O corpo estranho no Benfica

Krovinovic, o jogador que não é deste futebol.

Últimos quinze minutos nos Barreiros: Bolas por e para cima a saírem de todo o lado. De todo, não… um jogador encarnado resistia à falta de ideias. Um jogador encarnado tentava jogar, procurava pelos colegas que corriam para a grande área à espera do bombardeamento. Um jogador tentava colocar as suas ideias no jogo quando não via nem havia ideias em toda uma equipa. Rompia contenção em drible, esperava e desesperava por linhas de passe, enquanto rejeitava soltar sem pensar.

Krovinovic, o miúdo que veio do Rio Ave pensa maior e mais alto que um lote tão grande de outros jogadores carregados de títulos e estatuto.

Tão diferente para melhor, o croata.

Sobre Rodrigo Castro 218 artigos
Rodrigo Castro, um dos fundadores do Lateral Esquerdo. Licenciado em Ed física e desporto, com especialização em treino de desportos colectivos, pôs graduação em reabilitação cardíaca e em marketing do desporto, em Portugal com percurso ligado ao ensino básico e secundario, treino de futsal, futebol e basquetebol, experiência como director técnico de uma Academia. Desde 2013 em Londres onde desempenhou as funções de personal trainer ligado à reabilitação e rendimento de atletas. Treinador UEFA A.

6 Comentários

  1. Que deprimente!

    O que pode passar pela cabeça de um treinador meter Rafa, Krovinovic e Seferovic para despejar bolas, quando eles jogam o oposto disto?

    Não faz sentido algum isto!

  2. Que vos parece o comportamento da linha do benfica mo golo do marítimo?
    Muito avançada? O guarda redes muito recuado?
    Como devia ter sido o seu comportamento?

  3. O Rui Vitória inova, senta as “vacas sagradas” e mete quem tem qualidade para jogar, ou vai se afundar como um tipo simpático que não quer chatear ninguém.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*