Exclusivo Carlos Carvalhal. Como se trabalha no topo?

É com uma enorme honra e maior prazer, que vos mostramos a forma como Carlos Carvalhal e a sua valorosa equipa técnica trabalham. Desde sempre que nos temos preocupado em dar a conhecer o jogo, e até partilhar as nossas ideias sobre o processo de treino e a formação. Desta vez vamos mais longe, e apresentamos a forma como se trabalha no topo. Um agradecimento gigantesco para toda a equipa técnica do Sheffield Wednesday pela partilha, que estou seguro inspirará uma quantidade quase infindável de jovens treinadores que nos seguem!

Desfrutem!:

“A nossa preocupação consiste sistematicamente na evolução do nosso jogo e são as nossas ideias que orientam a planificação ao longo dos dias e das semanas.

Apresentamos o caso prático da semana 35 para dar-vos a conhecer a nossa  forma de operacionalizar, e exemplificar, o caminho que percorremos de um jogo ao outro.

A estrutura do ciclo semanal é determinada pelo número de jogos a realizar nessa semana. O exemplo que apresentamos refere-se a uma semana com apenas um jogo. Neste(s) caso(s) jogamos ao sábado,  folgamos ao domingo e treinamos de  segunda-feira a sexta-feira.

Iniciámos a semana de treinos com uma reunião conduzida pelo Carlos Carvalhal com o objectivo de elaborarmos o plano semanal.

Nesse planeamento semanal e, consequentemente diário, a organização dos conteúdos de treino são designados em relação directa com a evolução do nosso jogo e as características do próximo adversário, em função da estratégia eleita e, simultaneamente, estabelecendo uma relação própria entre o esforço e a recuperação.

 

Tendo em linha de conta os objectivos definidos e conteúdos a desenvolver durante a semana de treino, diariamente, preparamos e organizamos a sessão de treino, onde idealizamos e elegemos os exercícios a implementar no treino, hierarquizámo-los no sentido de haver a dinâmica e progressão pretendida e distribuímos as tarefas a realizar pelos treinadores.

 

Após terminar um jogo iniciamos, automaticamente, a preparação do jogo seguinte e tudo é realizado com a intenção de o vencer:

 

Na nossa ideia de jogo, em termos ofensivos, entre outras coisas, pretendemos sair a jogar por trás, em construção, e ter capacidade para ligar o jogo entre linhas. O vídeo seguinte demonstra bons exemplo do que pretendemos:

 

 

Na análise de desempenho com o Leeds United verificamos que, por vezes, não realizamos o melhor posicionamento nestes dois aspectos que consideramos importantes para o nosso jogo:

 

 

Na analise ao adversário verificamos que o Norwich, em organização defensiva, permite espaço e tempo na construção – devido à fraca pressão dos avançados – e espaço entre linhas para receber e jogar:

 

Em função da informação recolhida da análise de desempenho, e na análise do adversário e, tendo em linha de conta, as considerações estratégicas que possamos eventualmente utilizar, idealizamos os nossos exercícios.

Pretendemos que os exercícios tenham um máximo de continuidade e fluidez, respeitando a ligação entre os diferentes momentos do jogo. Assim, um exercício que sirva fundamentalmente para treinar a nossa organização ofensiva deve ter o momento de transição defensiva, eventualmente o momento de transição ofensiva após rápida recuperação da posse da bola, organização defensiva e novamente organização ofensiva.

Por outro lado, e respeitando a aleatoriedade do jogo, pretendemos dar‑lhe o nosso sentido em função das regras que estabelecemos e também através de feedbaks oportunos e que marquem emocionalmente o que pretendemos, sem de forma alguma “robotizar” os jogadores, bem pelo contrário, levá‑los a descobrir o melhor caminho:

 

 

 

Neste contexto competitivo em que passamos grande parte do tempo em recuperar para poder competir, numa semana em que apenas realizamos um jogo, é determinante não desperdiçar tempo útil de treino e, como puderam verificar, o nosso objectivo passa por criar contextos competitivos em que treinamos simultaneamente o nosso jogo, numa situação próxima da que podemos encontrar no próximo jogo e, como disse anteriormente, com diretrizes estratégicas:

 

Paolo Maldini
Sobre Paolo Maldini 2928 artigos
Creator of the "Lateral Esquerdo", is also a teacher at the University Stadium in Lisbon. Soccer coach, having conquered several national titles in Portugal. Experience as soccer coordinator, and lecturer at various Sports Universities. Author of the book "Build a champion team" from the publisher PrimeBooks.

3 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*