Krovinovic – Ligar fases

No golo de Krovinovic ao Vitória de Setúbal, um exemplo perfeito de um jogador a influenciar toda a organização ofensiva da sua equipa.

Não somente pelos movimentos à largura, mas sobretudo pela forma como se mostrou sempre para dar opções para fazer a equipa progredir. Mostrou-se para ligar com o seu posicionamento, e em posse ligou a equipa com as suas decisões que fizeram sucessivamente a bola entrar de forma bem “redonda” em zonas mais adiantadas.

Para se perceber de forma mais clara o que se pretende afirmar com o “ligar fases”, recupero o nosso entendimento do jogo (aqui):

ORGANIZAÇÃO OFENSIVA:

  1. Construção: quando ambas as equipas se encontram dentro da sua organização para atacar e defender e quando a bola se encontra fora do bloco da equipa que defende.
  2. Criação: quando a equipa que ataca consegue penetrar no bloco da equipa que defende e surge perante a última linha adversária ou a última linha e mais um médio em contenção.
  3. Finalização: todas as acções que visam o momento final de ataque à baliza adversária, portanto, a acção individual ofensiva de remate, independentemente da superfície corporal envolvida.

     

 

A imagem que criámos ao seu redor aquando da passagem pelo Rio Ave foi a de um jogador com imensa qualidade. Depois de saber o quão considerado é por quem trabalha / trabalhou com ele diariamente, o croata promete superar todas as expectativas. E quão optimistas estas eram!

Paolo Maldini
Sobre Paolo Maldini 3047 artigos

Criador do “Lateral Esquerdo”, tendo sido como Treinador Principal, Campeão Nacional Português (2x), vencedor da Taça de Portugal (2x), e da Supertaça de Futebol Feminino, em três anos de futebol feminino. Treinador vencedor do Galardão de Mérito José Maria Pedroto – Treinador do ano para a ANTF (Associação Nacional de Treinadores de Futebol), e nomeado para as Quinas de Ouro (Prémio da Federação Portuguesa de Futebol), como melhor Treinador português no Futebol Feminino.

Experiência como Professor de Futebol no Estádio Universitário de Lisboa, palestrante em diversas Universidades de Desporto, e entidades creditadas pelo Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ).

Autor do livro “Construir uma Equipa Campeã” da PrimeBooks.

Analista de futebol na TV e no Jornal Record.

13 Comentários

  1. Esta insistência em Krovinovic começa a ser cansativa. Sim, o rapaz é bom. Mas este post não diz nada que já não tenha sido dito nos outros sobre ele.
    Atenção, não estou aqui a afirmar o que quer que seja. Mas se dessem a laracha de que tens um investimento pessoal qualquer no Krovinovic, olha que era pessoa para acreditar!

      • Assim como cada um aceita as críticas (construtivas) como quer.
        Isto é apenas uma manifestação daquele velho adágio: o que é demais, enjoa. Sou só um cliente de (relativa) longa data a manifestar uma opinião. Nada de mais.

        • Ricardo, e eu gosto muito de te ter por aqui… mas… enjoa a ti (ter já quase 100 partilhas no fb em alguns minutos, prova-o).. por isso te disse para seleccionares só o que te interessa…

          outras coisas enjoarão outros…o truque é abrirmos só o que nos interessa! É o que faço em todo o lado

          abraço e continua por ai!

  2. Olha Bouças, estava aqui a dar uma vista de olhos por outros blogs antes de vir ao teu. Não tenho nada a dizer sobre o Krovinovic, porque ainda não formei uma ideia\opinião sobre o tipo de jogador, não obstante a opinião que vais publicando. Mesmo assim, independentemente da tua opinião ou da de qualquer um (neste ponto de evolução da sociedade, um gajo tem de ter o chip formatado para a desconfiança, gosto de analisar tudo ao pormenor antes de formar a minha ideia. Contudo, vim aqui dizer-te em offtopic pá, face ao que vou lendo pela internet, agradeço-te a tua existência pela quantidade de merdas que nos ensinas diariamente e por seres totalmente antagónico ao lixo cibernético que por aí circula noutros blogs. Mereces o meu euro mensal. O conhecimento deve ser apoiado. Grande abraço.

    • João… estudaste na Lusíada? Abraço e muito obrigado pela confiança! E claro que não temos de ter sempre as mesmas opiniões! que graça teria isso…

  3. Não, Pedro. Estudei Relações Internacionais (leia-se: Mestrado em Caixa do Continente) na Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra. Actualmente estou (finalmente) a aprender no curso de Desporto e Actividade Física na Escola Superior de Educação de Viseu.

  4. Concordo totalmente com as observações ao K20. Além de técnicamente evoluído, tem um entendimento das diferentes fases do jogo muito superior à média. Distribui jogo entre linhas com bola no sitio certo e de fácil recepção. Pizzi, Jonas e K20 juntos têm tudo para proporcionar um espectáculo encantador. Bruno Fernandes e Oliver são também dois bons exemplos de futebol perfumado. Agradeço ao lateral esquerdo pelo contributo para a divulgação do que melhor se faz na modalidade.

  5. O Krovinovic está a melhorar bastante o futebol do Benfica, que falta vai fazer na Champions League.
    Não estou a perceber a gestão do plantel do Benfica. Entrou o Keaton Parks que veio da B, e passa o João Carvalho. Nem o Krovinovic nem o Parks estão inscritos na champions, o João está! Não se dá uma hipótese ao miúdo para ver se ele pode render o Krovinovic nesta nova posição?

  6. Bouças, já sabes, quando quiseres “barulho” na caixa de mensagens faz um post a elogiar alguém do Benfica, do Porto ou do Sporting. 😉

    Krovinovic, classe passeada em campo. isto dá gosto. Não percebo como oliver continua sem jogar, é outro deste género.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*