Benfica táctico

O monstro Fejsa no meio e um Benfica perfeito na ocupação dos espaços marcaram a noite na Pedreira

 

A Pedreira assistiu a uma exibição de gala, do ponto de vista táctico, da equipa de Rui Vitória.

Começou por definir toda a toada do jogo nos primeiros quarenta e cinco minutos da partida pela forma como condicionou na sua primeira fase defensiva, a construção de jogo ofensivo ao 3x4x3 do Sporting de Braga. Cervi tapava linha de passe de Esgaio, Este conteúdo só está disponível para subscritores. Por favor, contacte lateralesquerdo.com@gmail.com para mais informações ou visite a nossa página Patreon.

Para terem acesso a todos os conteúdos que por cá se produzem, e darem uma pequena ajuda tornem-se patronos deste projecto. Também com acesso à drive do Lateral Esquerdo, onde partilhamos “influências”. Recordamos que 1 euro mês será desde logo uma grande ajuda! Alternativa no lateralesquerdo.com@gmail.com.

 

Paolo Maldini
Sobre Paolo Maldini 3767 artigos
Pedro Bouças - Licenciado em Educação Física e Desporto, Criador do "Lateral Esquerdo", tendo sido como Treinador Principal, Campeão Nacional Português (2x), vencedor da Taça de Portugal (2x), e da Supertaça de Futebol Feminino, bem como participado em 2 edições da Liga dos Campeões em três anos de futebol feminino. Treinador vencedor do Galardão de Mérito José Maria Pedroto - Treinador do ano para a ANTF (Associação Nacional de Treinadores de Futebol), e nomeado para as Quinas de Ouro (Prémio da Federação Portuguesa de Futebol), como melhor Treinador português no Futebol Feminino. Experiência como Professor de Futebol no Estádio Universitário de Lisboa, palestrante em diversas Universidades de Desporto, Cursos de Treinador e entidades creditadas pelo Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ). Autor do livro "Construir uma Equipa Campeã", e Co-autor do livro "O Efeito Lage", ambos da Editora PrimeBooks Analista de futebol no Canal 11 e no Jornal Record.

1 Comentário

  1. Até que ponto é que uma mudança de abordagem na saída mudando de saída com 3 defesas desde os primeiros momentos não teria atirado os planos do Benfica borda fora? O Jonas com aquela parede tira os dois defesas com bola da jogada, com um “trinco” nas suas costas teria que tomar outra abordagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*