Sérgio Oliveira, o homem do clássico

Antes de irmos à análise colectiva, o jogo de Sérgio Oliveira.

Depois de seleccionado para a equipa da Jornada 21 (aqui), mais um jogo tremendo do médio do FC Porto.

Tremendo porque trouxe qualidade em todos os momentos. Agressividade e disponibilidade na transição defensiva, a resolver inúmeros lances logo no centro do jogo, critério com bola nos pés, sempre a decidir rápido e com qualidade técnica elevada para o fazer. Progrediu com espaço, ligou o jogo para as zonas de criação com qualidade, e ainda apareceu em espaços de definição a criar problemas ao Sporting.

Encheu o campo com presença e boas decisões. Eis a performance do jogador azul e branco em maior destaque no clássico:

 

Paolo Maldini
Sobre Paolo Maldini 3166 artigos
Criador do "Lateral Esquerdo", tendo sido como Treinador Principal, Campeão Nacional Português (2x), vencedor da Taça de Portugal (2x), e da Supertaça de Futebol Feminino, em três anos de futebol feminino. Treinador vencedor do Galardão de Mérito José Maria Pedroto - Treinador do ano para a ANTF (Associação Nacional de Treinadores de Futebol), e nomeado para as Quinas de Ouro (Prémio da Federação Portuguesa de Futebol), como melhor Treinador português no Futebol Feminino. Experiência como Professor de Futebol no Estádio Universitário de Lisboa, palestrante em diversas Universidades de Desporto, e entidades creditadas pelo Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ). Autor do livro "Construir uma Equipa Campeã" da PrimeBooks. Analista de futebol na TV e no Jornal Record.

1 Comentário

  1. Um jogador de enorme qualidade sem dúvida que juntamente com Oliver podia alavancar o Porto para um futebol de ainda maior qualidade em posse.

    Apesar de um grande jogo que fez frente ao Sporting beneficiou de algum espaço no meio campo concedido pela estratégia de Jorge Jesus

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*