O regresso de Óliver Torres

Antes da análise colectiva, o regresso do pensador.

No Estádio do Dragão, mais vinte minutos de um miúdo que não sabe fazer mal.

Porque jogar bem é decidir e intervir com qualidade a cada momento, uma vez mais, o médio espanhol a mostrar que o potencial para poder dar o salto continua completamente intacto.

 

Paolo Maldini
Sobre Paolo Maldini 3356 artigos
Criador do "Lateral Esquerdo", tendo sido como Treinador Principal, Campeão Nacional Português (2x), vencedor da Taça de Portugal (2x), e da Supertaça de Futebol Feminino, em três anos de futebol feminino. Treinador vencedor do Galardão de Mérito José Maria Pedroto - Treinador do ano para a ANTF (Associação Nacional de Treinadores de Futebol), e nomeado para as Quinas de Ouro (Prémio da Federação Portuguesa de Futebol), como melhor Treinador português no Futebol Feminino. Experiência como Professor de Futebol no Estádio Universitário de Lisboa, palestrante em diversas Universidades de Desporto, e entidades creditadas pelo Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ). Autor do livro "Construir uma Equipa Campeã" da PrimeBooks. Analista de futebol na TV e no Jornal Record.

3 Comentários

  1. Bom dia.

    Há alguma explicação táctica ou implícita no modelo de jogo do Sérgio Conceição que o leve a apostar no Sérgio Oliveira ou no Otávio em detrimento do Óliver ?

  2. Qual será a razão pela qual o SC não coloca mais vezes o Óliver? Percebo que o Herrera é um excelente profissional e que cumpre grande parte das vezes, mas do pouco que percebo disto, não percebo a insistência e parece-me que o Óliver acrescenta muito mais (sobretudo se estiver o Danilo) e daria jeito nos jogos em que é preciso alguém que rasgue e veja o que os outros não vêem, e esse não é de todo o caso do Herrera.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*