Ensinar o jogo e a vida – Luís Castro, um homem, à frente do seu tempo

“O que procuramos, que treinamos diariamente, é um jogo colectivo, de conexão constante entre linhas, um reflexo da nossa ideologia de jogo”

 

“Não sou um treinador demasiado rígido com os jogadores, gosto que se sintam seguros de si próprios dentro do campo. Eles sabem o que para mim é o mais importante: o passe, a recepção, o driblar, não abrir demasiado a equipa, manter as linhas juntas, e sim, que no último terço se sintam livres de improvisar de um modo menos racional ao que trabalhamos nos outros dois terços do terreno. Mas, o que não quero é que se deixem levar demasiado pela emoção por estarem perto da baliza adversária… Que a atracção pela baliza adversária não descaracterize a nossa forma de jogar… Essa atracção é por vezes desintegradora e os jogadores focam-se demasiado no “eu” e a baliza, e eu penso o contrário, que devemos ser sempre colectivos e que devemos chegar todos juntos à baliza…”

 

“O futebol português não é mediático, mas é muito rico tacticamente…”

 

“A nossa profissão obriga-nos a ir muito além do treinar e jogar. Temos de adquirir conhecimento, saber do que falamos, debater com outros treinadores para pensar melhor o jogo. Pensa-se pouco o jogo…”

 

“Toda a gente espera novidade, mas só há inovação com reflexão, análise. E nos dias de hoje é cada vez mais difícil conseguir…”

 

“Se toda a informação vem sem filtro, e não temos a formação necessária para a priorizar, o nosso trabalho vai ser dificultado por isso…”

Todas as citações foram retiradas da revista The Tactical Room.

Eu digo às pessoas… Primeiro venham para o treino, experimentem, liderem, trabalhem e depois falem

Luís Castro continua aos cinquenta e seis anos com a sede de conhecimento e com a vontade de estar na vanguarda dos que parecem ter nascido predestinados para uma actividade muito específica.

As suas equipas são o reflexo de um modo de estar – Organização, felicidade, trilho de caminhos de forma conjunta, modernidade. O futebol não tem de ser berraria, mas conhecimento, elevação, e procura constante por mais.

 

Um bom treinador ensina-te a jogar o jogo e a jogar a vida

Luís Castro

Paolo Maldini
Sobre Paolo Maldini 3767 artigos
Pedro Bouças - Licenciado em Educação Física e Desporto, Criador do "Lateral Esquerdo", tendo sido como Treinador Principal, Campeão Nacional Português (2x), vencedor da Taça de Portugal (2x), e da Supertaça de Futebol Feminino, bem como participado em 2 edições da Liga dos Campeões em três anos de futebol feminino. Treinador vencedor do Galardão de Mérito José Maria Pedroto - Treinador do ano para a ANTF (Associação Nacional de Treinadores de Futebol), e nomeado para as Quinas de Ouro (Prémio da Federação Portuguesa de Futebol), como melhor Treinador português no Futebol Feminino. Experiência como Professor de Futebol no Estádio Universitário de Lisboa, palestrante em diversas Universidades de Desporto, Cursos de Treinador e entidades creditadas pelo Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ). Autor do livro "Construir uma Equipa Campeã", e Co-autor do livro "O Efeito Lage", ambos da Editora PrimeBooks Analista de futebol no Canal 11 e no Jornal Record.

2 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*