Quando o conector ajuda e ainda marca, o mundo sorri

Croatia's Luka Modric celebrates after scoring his side's second goal during the group D match between Argentina and Croatia at the 2018 soccer World Cup in Nizhny Novgorod Stadium in Nizhny Novgorod, Russia, Thursday, June 21, 2018. (Modric scored once in Croatia's 3-0 victory. (AP Photo/Ricardo Mazalan) Russia Soccer WCup Argentina Croatia

Felizmente nos dias de hoje é mais fácil entender a importância e qualidade dos jogadores conectores. Aqueles que não aparecem vezes demasiadas na assistência ou no golo, mas que são os mais importantes a todo o jogar da equipa e a cada jogo que esta enfrenta.

Cada um joga 87 minutos sem a bola, então se consegues mover-te para que um companheiro faça golo, és um génio. Se consegues dar-lhe soluções e salvas-o … é bárbaro! jogas para a equipa! No final do dia, os melhores jogadores de futebol são os que fazem jogar bem os outros. E eu joguei com alguns assim… que não dizem nada, mas que te tornam melhor… quem faz jogar bem, esses são os grandes… mesmo que não tenham a notoriedade…

Pablo Aimar

Quando um conector de jogo marca, é como se de justiça poética se tratasse. Aquele que mais merece pela influência que tem, chega também à capa do jornal. Não que no seu intimo precisem que tal aconteça. Se o precisassem, talvez não fossem tão bons conectores, talvez não tomassem tão boas decisões, talvez não enquadrassem sempre as suas acções ao serviço de um “nós” em detrimento do “eu”.

Luka Modric é provavelmente o melhor conector do mundo. Mas é mais do que isso. À forma como recebe, decide e executa que lhe permite ligar sempre o jogo, mesmo nas maiores dificuldades, alia uma disponibilidade e competência defensiva, expressa quer na forma como fecha os espaços, quer na agressividade, quer na posição básica defensiva, que o tornam o médio mais especial do futebol mundial na actualidade.

A partida frente à Argentina foi um tratado de classe de Luka. Quando alguém tão bom e que emana tanta classe, ainda coloca disponibilidade no seu jogo, sabes que estamos perante o tipo de jogador mais valioso que há em todo o futebol.

No video, antes do que faz de Modric o melhor contector do mundo, aquilo que o torna um jogador diferenciado entre vários outros médios de nível mundial:

 

Paolo Maldini
Sobre Paolo Maldini 3356 artigos
Criador do "Lateral Esquerdo", tendo sido como Treinador Principal, Campeão Nacional Português (2x), vencedor da Taça de Portugal (2x), e da Supertaça de Futebol Feminino, em três anos de futebol feminino. Treinador vencedor do Galardão de Mérito José Maria Pedroto - Treinador do ano para a ANTF (Associação Nacional de Treinadores de Futebol), e nomeado para as Quinas de Ouro (Prémio da Federação Portuguesa de Futebol), como melhor Treinador português no Futebol Feminino. Experiência como Professor de Futebol no Estádio Universitário de Lisboa, palestrante em diversas Universidades de Desporto, e entidades creditadas pelo Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ). Autor do livro "Construir uma Equipa Campeã" da PrimeBooks. Analista de futebol na TV e no Jornal Record.

8 Comentários

    • Este sempre em 1º, fortíssimo em todos os momentos do jogo.
      Mais completo do que Iniesta alguma vez foi na minha opinião.

  1. Eu chamo-os os jogadores tàcticos do meio das jogadas, aqueles que sentem sempre a finta a cada momento do jogo para escapar aos cortes dos espaços (“quadrilhagems” em francês exprime melhor) organisada pela estrategia e que fazem a gramaria do jogo ao invês da gramaria dos processos coletivos. Nao se vêem muito nos tais hihlights ou resumos dos jogos onde se vê a finalisaçao dos atletas do futebol e nunca daqueles invisiveis que pegam na toada do jogo. Pouco importa os processos dos treinadores nas aberturas das jogadas, esses é que fazem a tactica, mexem nos cordelinhos e na maioria das vezes, fazem ganhar o jogo.

    Desde ontem que falamos da fraqueza do Portugal na posse: pois, nao temos nenhum desses que mexem na tactica do jogo. O Bernardo aproxima-se mas depende ainda muito dos processos do jogo à sua volta.

  2. hoje não há nenhum post sobre o Messi ser o melhor da História?
    Desculpa lá, não resisti à tentação, mas é na brincadeira.
    O Modric é, para mim, o melhor médio do mundo já há uns anos. Para mim é melhor que o Iniesta, mais completo e mais influente.
    foi com o aparecimento dele e o desaparecimento do Xavi que o Real ganhou supremacia nos confrontos com o Barça (mesmo que tenham perdido alguns jogos, graças sobretudo ao Messi, Suarez e Neymar, dominavam os jogos e o meio-campo.)
    Curioso que com o Mourinho ficava no banco. Preferia o khedira…

  3. Querer passar opiniões por factos. Enfim, está na moda criticar Mourinho e para isso até a mentira vale.

    Mourinho foi quem contratou Modric para o Real. Mas só o treinou na época 12/13 e depois deu-se a sua saída. Nessa época, Modric disputou só 53 jogos, que por acaso ainda permanece como o seu máximo, bem como os 4 golos marcados.

    Foi o médio mais utilizado no campeonato e só fica atrás de Cristiano, Ramos e Pepe no total de minutos.

    Considerando todas as competições, os médios com mais minutos foram Xabi Alonso, Ozil e Modric. Os três cabem nos cinco mais utilizados dessa época. Khedira surge na oitava posição.

    Cumprimentos

    • Peço desculpa, estava mesmo convencido do que escrevi. Não sei porquê tenho esta memoria de querer ver o modric e estar lá o Khedira.
      Fiquei sem nada para dizer. Grande Mourinho!
      São dois grandes jogadores, mas para mim o Modric morde mais e assume mais sozinho. Será uma questão de estilo e gosto pessoal.
      Dava um bom jogo, Croácia Espanha.

  4. “Curioso que com o Mourinho ficava no banco. Preferia o khedira…”

    Curioso é tu dizeres isso e ser com o Mourinho a temporada em que faz mais jogos na carreira, 53.

  5. Modric é melhor que Iniesta?! Mas isto é “assim” tão “leve”…
    Olhem as idades, o percurso, e vejam global!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*