Adormecer para matar – Cuidado com os Belgas

epa06833219 Eden Hazard (L) of Belgium celebrates with team mate Romelu Lukaku after scoring the 4-1 goal during the FIFA World Cup 2018 group G preliminary round soccer match between Belgium and Tunisia in Moscow, Russia, 23 June 2018. (RESTRICTIONS APPLY: Editorial Use Only, not used in association with any commercial entity - Images must not be used in any form of alert service or push service of any kind including via mobile alert services, downloads to mobile devices or MMS messaging - Images must appear as still images and must not emulate match action video footage - No alteration is made to, and no text or image is superimposed over, any published image which: (a) intentionally obscures or removes a sponsor identification image; or (b) adds or overlays the commercial identification of any third party which is not officially associated with the FIFA World Cup) EPA/ABEDIN TAHERKENAREH EDITORIAL USE ONLY

Se há selecção com argumentos individuais e tácticos para vencer qualquer jogo, essa selecção é a da Bélgica.

O modelo está bem pensado do ponto de vista ofensivo, embora defensivamente fiquem algumas dúvidas sobre a efectividade de uma linha média apenas a dois, mesmo que de vez em quando Mertens e Hazard baixem para a integrar, e que por isso sem bola This content is only available to subscribers. Please contact us at lateralesquerdo.com@gmail.com for details or visit our Patreon page

Para terem acesso a todos os conteúdos que por cá se produzem, e darem uma pequena ajuda tornem-se patronos deste projecto. Também com acesso à drive do Lateral Esquerdo, onde partilhamos “influências”. Recordamos que 1 euro mês será desde logo uma grande ajuda! Alternativa no lateralesquerdo.com@gmail.com

Paolo Maldini
Sobre Paolo Maldini 3406 artigos
Criador do "Lateral Esquerdo", tendo sido como Treinador Principal, Campeão Nacional Português (2x), vencedor da Taça de Portugal (2x), e da Supertaça de Futebol Feminino, em três anos de futebol feminino. Treinador vencedor do Galardão de Mérito José Maria Pedroto - Treinador do ano para a ANTF (Associação Nacional de Treinadores de Futebol), e nomeado para as Quinas de Ouro (Prémio da Federação Portuguesa de Futebol), como melhor Treinador português no Futebol Feminino. Experiência como Professor de Futebol no Estádio Universitário de Lisboa, palestrante em diversas Universidades de Desporto, e entidades creditadas pelo Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ). Autor do livro "Construir uma Equipa Campeã" da PrimeBooks. Analista de futebol na TV e no Jornal Record.

3 Comentários

  1. Esse adormecer, esse cobrindo em organização “apenas” olhando e seguindo “lento”, será totalmente feito em controlo?

    Dá a sensação de buracada ali no meio no pós perda e em transição defensiva.

  2. A defender como contra Japão, com o Brazil pode ser goleada. Grande passividade depois da perda e flancos totalmente expostos às diagonais dos japoneses. Contra William e Neymar os espaços viram auto estradas. Creio que o Martinez vai mudar muito para o jogo do Brazil. Defesa a 4 talvez com Aderweld e Verthonghen nas laterais. Fellaini e Witsel como médios defensivos, com De Bruyne mais adiantado e Hazard e Mertens nos flancos apoiando Lukaku. Está é a minha aposta. Agora que ingenuidade do Japão naquele último canto. Outro topic. Vamos ter post aqui sobre o sistema defensivo brasileiro? Apenas 4 finalizações certas permitidas em 4 jogos é obra!

  3. Concordo. Mudará certamente. Espero-os mais fechados mas com mais nervo sem bola. Para depois poderem sair em transições rápidas. Desafio maior para o sistema canarinho até agora. Promete.

1 Trackback / Pingback

  1. Arrastamentos e soluções – De Bruyne a definir, Lukaku a trabalhar – Lateral Esquerdo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*