Ala fora, lateral dentro! As micro-sociedades!

A França não é, seguramente, a ideia ofensiva mais excitante deste mundial, mas também não é uma equipa sem qualquer ideia e apenas dependente das suas individualidades. No jogo com a Bélgica um padrão sobressaiu, algo simples, mas que denota trabalho! Muitas mais vezes pelo corredor direito, pois Pavard e Mbappe são mais ofensivos que Hernandez e Matuidi que tentam equilibrar mais! O envolvimento do lateral no momento ofensivo cria sempre indefinição em quem defende, para lá da possibilidade de criar igualdade/superioridade, pois tem de estar preparados para roturas entre central e lateral que são complicadas de defender.

A forma como a Bélgica se estende em campo permite-nos supor que a estratégica de Deschamps foi tentar desequilibrar nos corredores, onde os “laterais” belgas estariam mais expostos e com as coberturas mais distantes.

No video, dois exemplos seguidos, de como as micro sociedades dentro de uma equipa se devem relacionar!

 

3 Comentários

  1. Quando os movimentos de cobertura são pensados quase só exclusivamente num único jogador, resultam em buracos destes. Foi uma das falhas do Brasil, não aproveitar bem os adversários que o Neymar arrastava…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*