Organização e classe e inteligência de Rúben Neves em todos os momentos

O Estádio da Luz voltou a presenciar uma exibição agradável da selecção portuguesa comandada por Fernando Santos, desta feita numa partida de cariz oficial, a contar para a recém criada Liga das Nações.

Portugal manteve a sua organização defensiva This content is only available to subscribers. Please contact us at lateralesquerdo.com@gmail.com for details or visit our Patreon page

Para terem acesso a todos os conteúdos que por cá se produzem, e darem uma pequena ajuda tornem-se patronos deste projecto. Também com acesso à drive do Lateral Esquerdo, onde partilhamos “influências”. Recordamos que 1 euro mês será desde logo uma grande ajuda! Alternativa no lateralesquerdo.com@gmail.com

Paolo Maldini
Sobre Paolo Maldini 3358 artigos
Criador do "Lateral Esquerdo", tendo sido como Treinador Principal, Campeão Nacional Português (2x), vencedor da Taça de Portugal (2x), e da Supertaça de Futebol Feminino, em três anos de futebol feminino. Treinador vencedor do Galardão de Mérito José Maria Pedroto - Treinador do ano para a ANTF (Associação Nacional de Treinadores de Futebol), e nomeado para as Quinas de Ouro (Prémio da Federação Portuguesa de Futebol), como melhor Treinador português no Futebol Feminino. Experiência como Professor de Futebol no Estádio Universitário de Lisboa, palestrante em diversas Universidades de Desporto, e entidades creditadas pelo Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ). Autor do livro "Construir uma Equipa Campeã" da PrimeBooks. Analista de futebol na TV e no Jornal Record.

2 Comentários

  1. Não está a demonstrar coisas diferentes do que ja tinha demonstrado a época passada no championship. Mas agora na Premiere League ja justifica convocatória para a seleção??

    Kudos para o Lopetegui que não se importou que o puto estivesse ainda nos juvenis e chamou-o logo à equipa principal. Viu as qualidades que ele tinha apesar do contexto em que estava inserido.

    • Concordo contigo Bruno! Aliás, o que estes 2jogos parecem provar é que tendo as escolhas dos jogadores a convocar e colocar no 11 no mundial tivessem sido semelhantes a estas teríamos, pelo menos, um futebol mais aprazível.
      Já agora, o que acharam da entrada do Renato Sanches? Não seria a entrada do gedson melhor? Não é o Gedson, no fundo, uma versão melhorada do Renato e com mais ritmo?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*