“Inglesização” do Benfica x Porto, na noite de Rúben Dias

Partilho com vocês uma série de mensagens trocadas ao intervalo entre mim e dois treinadores que tanto admiro, numa espécie de curtas:This content is only available to subscribers. Please contact us at lateralesquerdo.com@gmail.com for details or visit our Patreon page

Já são quase 250 patronos!

Para terem acesso a todos os conteúdos que por cá se produzem, e darem uma pequena ajuda tornem-se patronos deste projecto. Também com acesso à drive do Lateral Esquerdo, onde partilhamos “influências”. Recordamos que 1 euro mês será desde logo uma grande ajuda! Alternativa no lateralesquerdo.com@gmail.com

Paolo Maldini
Sobre Paolo Maldini 3385 artigos
Criador do "Lateral Esquerdo", tendo sido como Treinador Principal, Campeão Nacional Português (2x), vencedor da Taça de Portugal (2x), e da Supertaça de Futebol Feminino, em três anos de futebol feminino. Treinador vencedor do Galardão de Mérito José Maria Pedroto - Treinador do ano para a ANTF (Associação Nacional de Treinadores de Futebol), e nomeado para as Quinas de Ouro (Prémio da Federação Portuguesa de Futebol), como melhor Treinador português no Futebol Feminino. Experiência como Professor de Futebol no Estádio Universitário de Lisboa, palestrante em diversas Universidades de Desporto, e entidades creditadas pelo Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ). Autor do livro "Construir uma Equipa Campeã" da PrimeBooks. Analista de futebol na TV e no Jornal Record.

30 Comentários

    • Respeito a opinião, mas a essência e tirando os exageros típicos da conversa animada entre amigos, está lá. Um dérbi muito longe do que já vimos capazes de fazer estas 2 equipas…

  1. Joga-se muito mal! Até homem a homem… Equipas constantemente a porem-se em desequilíbrio. Péssima gestão da profundidade, contenção que não se prepara para a transição, etc, etc…

    No Porto não consigo entender a não aposta no Oliver e penso que a aposta no Herrera até resume bem o que há de mau no que o SC parece querer.

    No Benfica, do Lema eu nem posso dizer mal. Um jogador que fez toda a carreira até aos 28 anos na america do sul e chega agora à europa e ainda por cima, nesta fase, ao Benfica, fez o que pôde… A dúvida é se vai receber estímulos para fazer diferente e que diferente em quê, dúvida essa que se estende a muitos comportamentos de toda a equipa.
    Gerson, Zivko, Krovi, Félix e Jonas, ao longo da época vão desbloquear a capacidade de jogar dentro do bloco e fazer a diferença.
    Aliás, o 433 do RV com Krovi e Jonas, foi um ponto muito alto do Benfica da época passada. Seria bom de ver tentativas de o replicar com ou sem estes jogadores disponíveis.
    Acredito muito nos modelos adaptativos mas não apenas adaptativos às características que os jogadores já têm por si.

  2. Desde que sou gente, este deve ter sido o pior clássico que alguma vez vi. A única maneira de o Porto ter conseguido equilibrar este jogo não saiu do banco. Sérgio Conceição é ridículo.

  3. Não sou treinador nem tenho estudos para tal, mas tenho olhos na cara.
    Também não discuto a troca de opiniões entre 3 famosos e conhecidos treinadores. Assim como não discuto a validade dessas opiniões.
    Mas a impressão que me deu, enquanto via o jogo, é que a táctica do Benfica tinha por objectivo “obrigar” o Porto a fazer o chamado jogo directo, o que deixava o Benfica com alguma vantagem com a defesa de frente. Como sabemos, a defesa estava fragilizada. Tanto assim foi que as oportunidades do Porto foram escassas.
    Mas também dou de barato que posso estar errado. O que não me deixa nada preocupado.
    Por isso, sou um admirador do pragmatismo dos ingleses e dos nórdicos. Importante para eles é fazer aquilo que é a essência do futebol quando este foi inventado, marcar mais golos que o adversário. E esse objectivo foi conseguido pelo Benfica.

  4. Excelente post, sem ironias. E’ importante chamar os bois pelos nomes, e e’ fundamental que seja quem sabe a faze-lo. Obrigado, sinceramente. Os analfabetos tacticos, como eu, nem sempre sabem distinguir a beira da estrada da estrada da Beira. Esta’ na altura de mandar o Vitoria pastar. Tenho cada vez mais medo do jogo com o Ajax. Vai ser das antigas.

    • Boa tarde,

      Um artigo exposto de forma, diferente só isso. Não vejo problema. Todos nós que não temos blogues ou sites, o fazemos também, entre os nossos colegas do meio, desde aqueles que representam clubes do distrital até àqueles que estão nas estruturas dos grandes em Portugal.

      Acho que a contextualização é necessária em qualquer análise, pois sem isso seremos tão iguais aos que podemos criticar, e tantos são os que andam nesses programas de TV.

      Outra questão importante, é também a coerência como o fazemos.

      Na minha opinião este jogo realmente foi fraco, como outros clássicos que temos vindo a assistir. Lembro-me de um Sporting (Jorge Jesus) x Porto (Sérgio Conceição), com outra qualidade individual à disposição dos treinadores, e que do futebol que se falou nesta troca de mensagens, foi talvez mais curto. Duelos e bater. Possivelmente houve um artigo extasiado com a qualidade defensiva das equipas.

      Este Porto, de encontro ao Porto campeão da época passada, não apresenta uma qualidade de jogo boa. E realmente é difícil jogar contra este Porto. Realmente como fala o artigo da troca de mensagens, o Porto deita logo abaixo. Jogo quebrado, constantemente. Defensiva combativos, principalmente no corredor central. Logo, a construção ir de encontro aos corredores, pareceu-me bem e talvez a possível neste jogo, visto não ter o Benfica o Bernardo e o David Silva. Com Jonas, com Krovinovic, com Félix seria diferente ou pelo menos com maior versatilidade!? Penso que sim.

      NES fez um grande trabalho no Porto (levou alguma porrada no wattsapp com certeza) mas recuperou um FCP que estava um caos. Facilitou a quem veio, que de forma inteligente ou natural (da sua essência) trouxe coisas diferentes no processo ofensivo entre o aspeto mais fundamental deste Porto (emocional). Com certeza que SLB com a mesma equipa do ano NES e na mesma com Vitória, FCP não teria ganho na época anterior. Nem pouco mais ou menos.

      Uma equipa Tb só joga a que a outra deixa, e este FCP deixa jogar muito pouco.

      Se SLB pode e tem para fazer muito melhor? Sim, penso que sim. Mas nem tudo é assim tão literal, entre a teoria e a prática, entre o contexto com jogadores capazes e outro, entre um momento da equipa e outro.

      Muitos são os treinadores capazes por esse país, aqui vemos o nome de alguns serem chamados, por afinidade o que acho normal, mas que com certeza encontram vários momentos em que não conseguem. E também com certeza referem isso nas mensagens que trocam, pois se não o fizessem estariam realmente limitados pela certeza de que tudo sabem e fazem.

      Sobre a forma deste artigo, acho honesta, parabéns por isso.

  5. Com este post, morreu parte da minha admiração pelo LE.
    Este post parecem conversas de café, cujo único intuito é denegrir os intervenientes (RV e SC). Até podem ter toda a razão, mas não se esqueçam que estão a falar de 2 treinadores que treinam os 2 maiores clubes de Portugal.
    Este post (no seguimento de muitos outros) levam a crer uma certa superioridade do autor face aos visados no post. Posto isto, a minha questão é a seguinte: se tanto sabem, e até gozam com os treinadores de 2 grandes, porque estão a fazer posts sobre um derbi, e não sentados no banco?
    Posts destes, para mim, não.

    Cumprimentos

    • Nao percebo argumentos de autoridade. Exactamente por serem os treinadores dos dois maiores clubes em Portugal e’ que tem obrigacao de fazer muito, muito melhor. Pessoalmente, estou-me nas tintas para o Conceicao, que veio, na minha ignorante opiniao (tactica), porque e’ um Pedrotozinho e achou-se, la em cima, que faltava alguem “a Porto” ao Porto. Mas eu nao percebo nada de tactica. Em relacao ao Vitoria, que e’ quem me interessa, o que se disse aqui e’ aquilo que todos achamos e que, pelos vistos, quem percebe disto tambem acha, o que e’ bom, porque assim param de nos tentar comer de cebolada. O Vitoria esta la porque ganhou dois campeonatos com muito, muito do Jesus e porque, reconhecamos, e’ bem mandado. E, ja agora, ser treinador nao e’ para quem quer, e’ para quem pode. Basta ver a quantidade de abeculas que passaram pelo Benfica antes do Jesus.

    • Muito bem, presunção e água benta…..
      Isto não é critica, é ofensa quase pessoal.

      Admite-se este tipo de “tretas” em comentários mas para a qualidade deste blog cheira a inglesizacao, até diria, a hooloiganismo dos autores de tal escabrosa conversa.

      Shame on you, para ir na onda da inglesização.

    • Este comentário traduz tudo o que penso. Este post é só ridículo. Uma falta de respeito por atletas e treinadores, análise ausente e comentários inapropriados. Não volto ao lateral esquerdo.

  6. Acrescento uma coisa:

    A meu ver o RV perdeu o Penta na época passada por jogar para o empate no jogo com o Porto e porque, antes, perdeu o Krovinovic e nunca mais soube imprimir a mesma lógica que tinha conseguido com ele.

    Ou seja, na época passada aqui li vários elogios (um bocado resultadistas, diga-se) ao SC, dos quais discordo. Não que não tenha características interessantes, mas porque criavam vocês aqui uma imagem de mérito para o SC merecer ganhar, que para mim não adere à realidade.
    O SC era uma das hipóteses certas para um Porto que tinha uma estratégia e uma “obrigação” de travar o Penta, por ser portista e ser de ganas. Mas conseguiu, em boa parte, pelo que escrevi acima em relação ao RV e não tanto assim pelo seu próprio mérito.

    Tenho também que dizer que nestas mesmas circunstâncias não faltariam elogios ao JJ porque no ano passado o Benfica perdeu quase a defesa toda, porque o Krovi se lesionou, porque este ano ainda não houve Jonas, há não sei quantas ausências e hoje até teve que jogar um central acabado de chegar da América do Sul. Há pois é… 😉

    • O penta foi perdido, mas não foi por culpa do RV. Longe disso. Quem afirma tal coisa não percebeu nada do que aconteceu.
      Porque o RV, como todos os treinadores, ainda não é capaz de fazer milagres.
      Milagres eram mais para o Pedroto e sucessores similares.

  7. Tanta virgem ofendida.

    A verdade é apenas esta, horrível. Horrível. Não quero acreditar que com orçamentos destes não se consiga trabalhar melhor. Há, neste país, equipas não profissionais que trabalham melhor.

    • Completamente. Nao ha’ nada de parcial no post. O autor limita-se a dizer que foram ambos miseraveis, e que o futebol praticado por ambos foi pessimo, e que alguns dos jogadores que ambos tem sao – la esta – pessimos. “Ah, mas diz isso de uma maneira desagradavel.” Realmente, que chatice.

    • Caro del Piero não se trata de virgens ofendidas mas de nível e decoro algo que nunca faltou no lateral esquerdo.
      Não sou patreon mas esta mensagem inicialmente estava em aberto para toda a gente ler apenas passado 1hora ou coisa menos coisa e que a colocaram apenas para patreon portanto li todo o conteúdo da mesma.
      Para mim, para quem procura entender um pouco do futebol para além daquilo que e a bola a rolar este post foi exatamente contra aquilo que vocês defendem…..o uso do cérebro….
      Eu benfiquista que sou Tb me senti de certa forma desagradado com aquilo que foi o futebol do Benfica e com os meus amigos Tb posso ter tido comentários idênticos aos que vinham no post, mas eu não me comprometo com a minha opinião para o público, não tenho uma imagem pública a defender nem me proponho a defender ideais de jogo jogado, já vocês fazem isso tudo e para além disso como o caso do Pedro Bouças e um treinador de futebol com histórico e imagem já no futebol português mesmo que nunca tenha treinado uma equipa de masculina de 1divisao nacional.
      Acho de péssimo tom este post, roça o ridiculo, até muito pior com aquilo que foi o jogo de ontem, podemos discordar e podemos achar até uma coisa completamente atroz mas se queremos ser levados a sério e de certa forma levar as pessoas a nos seguirem e de certa forma a compreender a nossa opinião discordante devemos ser corretos…foi um jogo mau sem ligações de sectores, escolhas de intervenientes que não cabem na cabeça a ninguem, um futebol a roçar o medíocre menos, foi tudo isso…não há benfiquista nem portista que não o admita foi mau de mais e que dele apenas se retira o golo marcado e 2 ou 3 jogadas interessantes de ambas as equipas em todo jogo, tudo isto e verdade, mas vocês lateral esquerdo que tem assinantes e pessoas que como eu vos seguem devem ser honestos e corretos, mostrar o porquê de ter sido mau e explicar como devia ter sido feito para melhorar um pouco, não com este post a roçar o achicalhamento público de ambos os treinadores feito por pessoas que são colegas de profissão e que ainda que tenham boas ideias e excelentes princípios carecem de os colocar em prática ao mesmo nível de seniores masculinos.

      Isto e uma critica ao nível do post não aquilo que a personalidade das pessoas pois tenho seguido o Pedro Bouças em alguns programas em que ele aparece e até naquilo que escreve aqui ou até na imprensa e sou honesto há qualidade e ideias por detrás de tudo o que vocês aqui explanam, mas infelizmente este post foi um tiro de caçadeira em ambos os pés.

      Obrigado e até sempre

      • Ponto prévio. Não tenho nada ver com o site ou com os autores que escrevem regularmente para o site. Sigo, tal como tu, e valorizo imenso a forma e o conteúdo.

        Percebo tudo aquilo que dizes, mas não acho que tenham de fazer algum esforço para ser assim ou assado apenas porque têm notoriedade pública. Aliás, eu acho que ultimamente os autores têm feito um esforço por ser mais politicamente correctos do que antes e as vezes perdem algo por isso. No entanto, isto é só a minha opinião e não me sinto no direito de exigir que façam de forma diferente apenas porque gosto menos.

        Em relação às ideias, acho que estamos mais ao menos de acordo. Pelo que entendo apenas discordas da forma.

        • Fiquei com a ideia que pertenciam ao grupo de trabalho do blog,peço desculpa…
          Nem tudo se resume a notoriedade de estes versus aqueles, mas sim a uma questão de respeito e decoro, algo que penso que faltou neste post, lá está porque falam sobre o trabalho de colegas de profissão.
          Esta cena do respeito pelos colegas de trabalho levo muito a peito.

          A respeito do jogo foi um jogo pobre verdade, mas que mais poderia ser feito por exemplo pelo Benfica…?
          Com uma defesa remendada com um jogador que tinha até agora muito pouco tempo de competição mais um meio campo com várias falhas no diz respeito ao critério de passe e equilibrios defesa e ataque, já para não falar de todos avançados apenas um não veio de lesão e Ferreyra por exemplo tem demorado a conseguir mostrar-se…
          Vitória “convidou” o porto a fazer o jogo direto, algo que encaixa naquilo que e o estilo de jogo de lema, forte no físico e no jogo aereo, tentou fazer o Benfica carregar pelas alas evitando assim o meio campo do porto e ao mesmo tempo explorando aquilo que o Benfica tem de melhor na sua equipa a profundidade no ataque mesmo que o avançado atual não seja o melhor para esse estilo, ainda assim acho que dentro das suas limitações técnicas Seferovic fez um bom jogo de desgaste da defesa do porto e foi oportuno quando pode.
          Uma palavra deveria ser dita para a estreia em clássicos e o 2 jogo a titular de Gabriel, que mostra que com tempo e entrosamento será importantíssimo no meio campo do Benfica, ainda assim gostava de o ter visto com gedson em campo…pois parece que retirará bastante pressão defensiva ao miúdo e ao mesmo tempo servirá de apoio para a construção…
          Pizzi neste momento, quanto a mim, está a mais na equipa porque o que dá a equipa e inferior as chatices que cria, pelo menos quando olhamos para tática atual, que me parece mais a medida de krovinovic Gabriel gedson Alfa e até de zivkovic do que a medida de Pizzi.

          Cumprimentos

    • Caro Del Piero,

      A comunidade invisivel do LE que hoje se manifesta nao quere que os posts do LE seja igual aos teus comentarios e às tuas ideias fixas.

      • Parece justo Miguel,

        Desculpa lá qualquer coisa. Não me parece que tenha aqui deixado alguma ideia fixa com o meu comentário mas cada um com a sua leitura.

        Contudo, mesmo que possas achar que tenho alguma ideia fixa com a qual não concordes, és livre de mostrar pontos de vista diferenciados. Tal como os autores são livres de publicar posts sobre a forma como os apanha bolas deveriam repor a bola sempre com a parte interior do pé esquerdo.

        • Inteiramente de acordo. O pior que pode acontecer ao lateral esquerdo é entrarem num processo de autocensura para agradarem gregos, troianos, espartanos e atenienses.

  8. Fico mais aburrecido que não tenha havido a mesma coragem para manter o post aberto para todos que houve para publicar este texto.

    No resto, a forma é sem dúvida diferente do habitual, embora o conteudo espelhe o que se passou no jogo de ontem, muita incompetência, em diferentes graus, de treinadores e jogadores.

  9. Vou comentar apenas porque acho incrível a quantidade de gentlemen que por aqui andam. O que foi dito neste post pode agradar alguns e desagradar outros, acho apenas que há uma hipocrisia enorme em falar em conversa de café e afins. Sim, é um post diferente e, sim, o uso de linguagem é diferente do habitual. No entanto é apenas uma troca de mensagem entre amigos. Duvido muito que o vosso WhatsApp seja mais limpo que isto, o meu não é. E então se me ouvissem durante o jogo desmaiariam. Estas são as mesmas pessoas que fazem os posts brilhantes. Aqui sem filtros. Não tenho as estatísticas mas acredito que a maior parte das pessoas que leu o post não se incomodou o suficiente para comentar

  10. Se há quem se tenha surpreendido com o post pela linguagem e tom é sinal que não acompanhou e que não conhece a história e o formato original do blog, que a meu ver pode e deve manter a diversidade de abordagens.

    A linguagem é só forma, que pode ser importante mas que neste caso concreto não me choca em nada. Interessante mesmo é debater o conteúdo e fazer a ponte com aspetos relacionados, que foi o que procurei focar nos meus dois comentários anteriores.

    Não entendo o porquê de tornarem o post restrito quando não parece ter sido essa a intenção inicial.
    Respeito porque têm esse direito mas não entendo.
    Serão “dores de crescimento”?

  11. Este post é o que considero um bom post para completar aqueles que são de análise de coisas específicas.

    Dá para perceber melhor o que os treinadores pensam no momento. A linguagem, a forma do discurso, neste caso não interessam para nada, ou para muito pouco. Não é suposto ser um tese de doutoramento. É só uma conversa.

    O que interessa neste caso são as ideias, na sua forma mais bruta, imediatas e que surgem no momento. Neste caso, as ideias não têm grande elaboração, nem são fundamentadas com imagens, vídeos ou exemplos, mas são muito boas para ajudar a completar os posts mais elaborados e fundamentados, porque são a essência destes.

    Na realidade, prefiro este tipo de posts a alguns que raramente são escritos, em que quase dá a impressão que são escritos porque se tem de escrever alguma coisa, ou se sente necessidade de elaborar demasiado por qualquer razão. Sobretudo quando me parece que o autor está a sair demasiado da sua zona de conforto.
    Talvez seja mais fácil explicar-me com uma comparação, exagerando até, para reforçar.
    Se gosto dum restaurante que tem um bom tornedó enrolado em bacon, com uns grelos salteados e umas batatatinhas gratinadas, eu prefiro que de vez em quando me sirvam o mesmo tornedó só com um simples arroz branco, do que me darem uma experiência de tornedó embrulhado em massa filo, coberto um creme de lavagante, roquefort e ameixas, e acompanhado com uma mousse de abacate e cebola caramelizada em licor beirão. Isto é, prefiro simples e bruto, mas que faça sentido, do que muito chiq e rócócó, mas que faça menos sentido.

    E se este blog defende certas ideias, e critica intervenientes do futebol que não coadunam com essa ideias, e o faz de uma forma correcta e fundamentada, não vejo grande problema em nos mostrarem como é que na realidade os autores do blog discutem essas ideias e criticas entre eles. É como ver um bom filme, e depois ver o making of do mesmo. É só um extra, que se torna interessante e útil, para quem percebe que não passa disso mesmo.

  12. Devo dizer que estou um pouco desapontado, com este post.
    O jogo não foi grande coisa em termos de qualidade, mas teve coisa bem interessantes, nomeadamente por ter sido disputado com grande intensidade do principio ao fim.
    Eu por mim não dei por desperdiçado o dinheiro do bilhete!
    Se vi bem o jogo o Porto não tentou jogar e fez questão de deitar abaixo tudo que mexe, com a complacência de Veríssimo que permitiu 7 faltas (algumas bastante duras) a Octávio antes de lhe mostrar um cartão. Que equipa consegue jogar futebol, quando é parada em falta consecutivamente? Respondam se souberem.
    Permito-me fazer ainda três apontamentos:
    1. A questão do estarem sempre a trazer jj à baila é um pouco tola e facilmente desmontável! Quer dizer RV ganhou com o mérito do trabalho de jj dois anos, mas o próprio jj não foi capaz de ganhar 3, e ainda conseguiu ficar em terceiro duas vezes?
    1.1. E o Peseiro não está a saber aproveitar o trabalho de JJ? Por essa ordem de ideias o Sporting era campeão sem espinhas.
    1.2. É claro que RV aproveitou alguns processos de jj e seria burro se o não fizesse … todos os treinadores o fazem.
    2. Parece-me um pouco exagerado fazer um julgamento tão sumario do Lema, quando fez o primeiro jogo a titular e logo um deste nível de dificuldade! Além do mais, considerando o critério do árbitro a expulsão acaba por ser absurda!
    3. Clássicos e derby´s com má qualidade futebolística é o que mais há em portugal e não só, basta rever alguns jogos para trás.
    A diferença? A diferença é que quando se trata de certos treinadores, chamam-lhe uma grande vitória táctica!!!

  13. Engraçado ver o tipo de comentários que treinadores trocam entre si ao ver a bola. Zero comentários sobre arbitragem. Muito bom! Futebol para mim é isto!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*