Juntos! O brilhantismo de ultrapassar barreiras em conjunto – Real Bétis no Wanda Metropolitano

O Real Bétis deslocou-se ao Wanda Metropolitano no jogo que marcou a chegada do Atletico à liderança da Liga Espanhola (seria ultrapassado pelo Sevilha um dia depois), e dominou grande parte da partida com bola.

O facto por si só não traduz competências ou incompetências de uns e outros, afinal são equipas com ideias opostas muito vincadas. O Bétis quer vencer tendo a bola o tempo todo, o Atletico prepara-se para vencer a partir do momento em que a entrega, para posteriormente a recuperar e atacar contra adversários mais abertos e desorganizados.

O Atletico até acabaria por ter mais lances de golo, e venceu com um golo obtido da forma como maltrata oposição. Recuperação, saída rápida em direcção à baliza adversária, golo e vitória da equipa que menos golos consente na Liga Espanhola.

Contudo, o momento de maior qualidade e grande envolvência colectiva ofensiva, precisamente naquele momento em que mais difícil é conseguir ser competente, porque nos dias de hoje as organizações defensivas são de excelência, surgiu logo no início da partida, e é um lance que permite verificar a qualidade do trabalho de pormenor, e a importância de movimentos conjuntos!

Coordenação colectiva é isto:

 

4 Comentários

  1. A dose de risco nesta jogada é enorme. Bastava uma má recepcao ou passe e era uma jogada de golo iminente para o adversário.

  2. Muito risco na transição, mas quando corre bem, fazem do futebol o verdadeiro espetáculo. Pecou a finalização, mas a movimentação e a perceção do momento de aproximação foram geniais de ambos os médios.

Responder a Sérgio Gonçalves Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*