Para lá do que os olhos conseguem ver – Sergio

Recentemente o Lateral Esquerdo trouxe-vos momentos de Arthur, com um enfoque muito especial sobre a quantidade de vezes que espreita sobre o ombro, para perceber envolvimento e tomar decisões.

Sergio, já se sabe, é o caso de um génio que parece ter olhos na nuca. A sua competência a percepcionar o que o rodeia é um caso de estudo. Por mais voltas que dê, por diferentes espaços que pise, parece ter sempre um mapa na cabeça, com as coordenadas que tão bem lhe indicam posicionamento de colegas, adversários e a sua própria orientação.

No Mestalla, Messi foi Messi, e numa lance, uma vez mais, ao alcance de poucos ou nenhum, furou por um espaço bem curto e resgatou um ponto para os culés. Todavia, é a decisão simples de Sergio que vos trago.

Colocar a bola de frente para a linha média, no corredor central, foi o primeiro passo para que Messi pudesse desenhar tudo o que se seguiu. Não foi uma decisão espalhafatosa, mas que impressionou porque em momento algum, depois de ficar de costas para Arthur, o médio espanhol rodou o pescoço. Quando volta a ver Arthur, já estava a rodar e a realizar o gesto que entregaria a bola ao médio brasileiro.

Conhecer o jogo, por Sergio, o médio defensivo que não tem igual no mundo do futebol, porque para lá da forma inacreditável como decide e liga ofensivamente, é também um portento sem bola.

 

2 Comentários

  1. Nao tinha visto o golo mas esta jogada parece aquele futebol da nossa infancia, quando estavamos numa equipa fraca mas composta de um superjogador que fazia tudo sozinho. Nesta jogada o Messi nao joga entre linhas, substitui simplesmente o Arthur na posiçao dele; isso nem foi um passe, uma vaga transmissao e o transporte de bola nao serviu de nada; depois, so pediu um apoio para marcar o golo.
    Este tipo de jogar resultou aqui no golo mas tambem deve vampirizar o modelo de jogo e inibir um jogador como o Arthur.

  2. DiegoMaradona, já vi imensos videos do Busquets e estou em completo acordo que simplifica e torna tudo mais simples a partir da sua posição, mas quero só trazer outro dado que vai de encontro ao titulo do posto “Para lá do que os olhos querem ver” –> até que ponto não será também a comunicação entre jogadores factor fundamental de mtas tomadas de decisão. Não é mto abordado aqui pq nao o conseguimos perceber na maioria dos videos…mas às vezes é a chave. Um simples “Tou…deixa..etc” podem explicar mtas decisões.

Responder a AdexterA Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*