Será dos genes? O outro Hagi

Gheorghe Hagi ou Maradona dos Cárpatos como era conhecido, encantou a Europa nas décadas de 80/90 e representou grandes clubes europeus. Antes de passar por Real Madrid e pelo Barcelona de Johan Cruyff, viu a sua entrada em Itália (na Juventus) proibida pela ditadura que governava o seu pais na década de 90. Foi e é o melhor jogador romeno de todos os tempos e dificilmente será igualado… a não ser que o seu filho consiga elevar os índices, pois os genes parecem ter ajudado e muito.

Ter um filho na equipa pode ser prejudicial, para o mais novo claro está, mas se tiveres muito talento, nem o pai mais severo e exigente tem coragem para te sentar no banco. Ianis Hagi, tem apenas 20 anos e tornou-se o jogador mais jovem na Roménia a capitanear uma equipa da primeira divisão, com apenas 16 viu o seu pai entregar-lhe a braçadeira.

Ambidestro, qualidade técnica fantástica e muita criatividade merecem que fixem o seu nome! Muito jovem saiu para a Fiorentina e não se conseguiu impor, reaparece agora debaixo da asa do seu progenitor no Viitorul (em romeno, quer dizer “futuro”.), clube onde o seu pai foi fundador e é presidente e treinador…

Ianis é o comandante da selecção romena de sub 21 que conseguiu a proeza de se classificar para o europeu de sub21 à frente de Portugal no primeiro lugar do seu grupo, sem derrotas!!

A seguir de muito perto!

 

 

Dejan Savicevic
Sobre Dejan Savicevic 49 artigos
Treinador, apaixonado por desporto, futebol e treino. Experiência em campeonatos nacionais na formação e atualmente ativo no futebol sénior. Colaborador na área de scouting e análise de jogo, com vários treinadores e equipas do campeonato nacional da Primeira Liga. contacto - galeiras@gmail.com

1 Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*