Ganhar espaço, definir no tempo e espaço – Enganar

Num jogo de dificuldade quase nula, mas onde opositores concentram pernas para dificultar a tarefa ofensiva, o resultado tende a avolumar-se se inteligência e definição estiverem a um nível alto. A maior diferença entre mais fortes e mais fracos, raramente é em especial física. Mas antes cognitiva e técnica.

A história do jogo do FC Porto na Taça de Portugal não se cingiu aos golos de Adrian Lopez, mas antes teve também muita da simplicidade e assertividade da tomada de decisão de Óliver. Fácil e simples, sim, porque tem inteligência para tal. Não seria fácil e simples para quem não dá tanto uso ao cérebro.

 

Paolo Maldini
Sobre Paolo Maldini 3400 artigos
Criador do "Lateral Esquerdo", tendo sido como Treinador Principal, Campeão Nacional Português (2x), vencedor da Taça de Portugal (2x), e da Supertaça de Futebol Feminino, em três anos de futebol feminino. Treinador vencedor do Galardão de Mérito José Maria Pedroto - Treinador do ano para a ANTF (Associação Nacional de Treinadores de Futebol), e nomeado para as Quinas de Ouro (Prémio da Federação Portuguesa de Futebol), como melhor Treinador português no Futebol Feminino. Experiência como Professor de Futebol no Estádio Universitário de Lisboa, palestrante em diversas Universidades de Desporto, e entidades creditadas pelo Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ). Autor do livro "Construir uma Equipa Campeã" da PrimeBooks. Analista de futebol na TV e no Jornal Record.

3 Comentários

  1. O que é que se pretende com posts consecutivos sobre Oliver? Não está já visto que não dá para mais do que todos os treinadores acham, sentando-o no banco épocas consecutivas? O que é que ele tem de especial que nenhum lhe vê nem valoriza?

    • Tim, o que (não) têm de especial são os treinadores que privilegiam um jogar físico e de constantes transições.
      Não tenho dúvidas nenhumas de que com Óliver em campo, o FCPorto tem mais possibilidades de ganhar. Óbvio que não é o indicado se o treinador prefere que os jogadores façam piscinas atrás de piscinas e que ganhem os duelos físicos em cada m2 do campo.
      Óliver com André Villas Boas e Vítor Pereira seria um casamento perfeito.

    • Pretende-se que pessoas como o Tim possam apreciar futebol em vez de wrestling. Se o Tim não quer, então o Tim lá saberá com que linhas se cose. Entretanto, deixe-nos em paz com o nosso querido – e injustiçado! – Oliver. Obrigado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*