Jogar de cadeira… William Carvalho

Este fim de semana William pisou o relvado juntamente com, aquele que muitos consideram o melhor 6 do mundo, Busquets! E espalhou magia!

Não precisa de correr muito para estar sempre ligado à equipa, para perceber quando tem de ser ancora defensiva ou farol ofensivo. Quem não o percebe e pouco percebe do jogo continuará a crer que é lento, que a sua capacidade para se deslocar e a sua disponibilidade para ocupar o espaço deveria ser outra, mas “Sir De Carvalho” começa a mostrar que deveria ter saído mais cedo de Portugal para elevar o seu jogo e rendimento. Encaixou numa ideia de jogo magnifica que está a potenciar tudo o que o internacional português tem de melhor.

Dois dos golos começam nos seus pés, mas muito mais jogo foi distribuído pelo português e os índices de acerto começam a roçar a perfeição!

Aqui fica o dia em que William jogou de cadeira em Camp Nou!!

 

 

 

Dejan Savicevic
Sobre Dejan Savicevic 52 artigos
Treinador, apaixonado por desporto, futebol e treino. Experiência em campeonatos nacionais na formação e atualmente ativo no futebol sénior. Colaborador na área de scouting e análise de jogo, com vários treinadores e equipas do campeonato nacional da Primeira Liga. contacto - galeiras@gmail.com

2 Comentários

  1. Tem qualidade, sem dúvida, mas creio também que por vezes em pt se lhe vê mais qualidade do que tem. Por vezes é lento, sim, até porque há momentos de transição onde surge mais espaço entre setores, por exemplo, e, por vezes decide mal.
    Podendo eu estar errado, está numa liga forte, num clube não tão forte, pelo que será rapidamente identificado e desafiado a dar o salto, se realmente lhe atribuírem assim tanta qualidade. Se acontecer, haverá depois que aferir o resultado em tempo desse eventual salto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*