O golo de Keizer

h

Já aqui foram feitas análises às últimas equipas de Keizer, por forma a dar a conhecer o novo treinador leonino e projetar o que poderá vir a ser o seu Sporting.

Em todas as equipas de Keizer houve algo que sempre foi bem patente para além do futebol ofensivo, com muitos jogadores envolvidos no momento ofensivo e de toque curto que tanto o treinador holandês fala. O seu avançado, no 433 que mais gosta, é alguém que participa bastante nas ligações que quer. Muitas vezes a mostrar-se em apoio frontal (com os médios largos a aclarar esta linha de passe) e a bola a entrar-lhe para depois tocar em algum médio que esteja de frente para o jogo.

O golo de Bruno Fernandes, apesar de não ser o exemplo perfeito do que falei em cima, mostra este comportamento bem vingado de Keizer em utilizar o avançado para combinar e libertar os médios. Bas Dost será assim obrigado a tocar muito mais vezes na bola na criação e a servir de apoio frontal para ligar. A decisão não será difícil, o gesto técnico por vezes poderá ser. Veremos como se adapta o avançado holandês a este novo jogo, sendo certo que continuará a fazer muitos golos mas que também será agora mais solicitado para jogar e não só para apenas concluir as jogadas. E se o conseguir fazer, o seu jogo terá um upgrade significativo!

 

1 Comentário

Responder a Pedro B. Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*