Um Minuto à City – Paciência e Engodo para mover oposição

“We do not to move the ball, we pass to move the opposition.”

Pep Guardiola

Na deslocação ao terreno do Bournemouth, o actual campeão inglês sentiu dificuldades perante uma equipa que defendeu com todos os jogadores atrás da linha da bola. Foi um jogo de Paciência (necessária) para mover o adversário e posteriormente, conquistar espaços decisivos para criar. Uma posse paciente, mas sempre com uma intenção… a de chegar ao golo!

Quem quer fazer golos em ataque posicional precisa de perceber e identificar timings para acelerar. Circular à largura ou por trás a um ritmo baixo deve servir para criar o engodo ao adversário para depois, quando encontrarmos o espaço que queremos conquistar, acelerar em direcção à baliza. Todo o momento ofensivo deve ser pensado ao pormenor, sobretudo para enganar o adversário. Num jogo cada vez mais complexo, onde a melhoria significativa das organizações defensivas retira o golo em ataque posicional, emerge a necessidade de enganar o adversário para criar e para se enganar é preciso ter paciência até o conseguir mover.

O Golo da vitória do Manchester City contra o Bournemouth é (mais) uma lição de como se deve atacar perante uma equipa que defenda num bloco baixo. Paciência para atrair adversário ao corredor direito, voltar ao corredor central para juntar adversário e procurar corredor contrário para aproveitarmos o espaço livre e desposicionar o adversário porque para o fazer é preciso paciência.

Por trás de cada posse do City, está uma intenção, um engano! Tudo no jogo do City é inteligência até mesmo quando a equipa de Pep está a dar a sensação de um jogo adormecido porque isso é a intenção do jogar de Guardiola para, no timing certo, ferir o adversário. Chegando ao topo da Premier League, com uma variabilidade incrível de recursos para chegar à baliza adversária, será difícil impedir o City de se tornar bicampeão.


Estamos de novo no Twitter

Sobre Pirlo 62 artigos
Apaixonado pelo jogo e pela análise. É o pormenor que me move na procura do conhecimento. Da análise ao jogo, passando pelo treino, o Futebol é a minha grande paixão.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*