Dyego Sousa

Numa conferência recente, Arsène Wenger falou sobre o quão “underated” está a importância que se atribui a factores de personalidade como o “nunca desistir”, o querer mais e a falta de “timidez” na hora de se triunfar.

Quem o conhece e com ele lidou ao longo das temporadas em Portugal, sabe que o ponta de lança do Braga é o único responsável por só hoje se dar verdadeiramente a conhecer ao futebol. E ao português, quando poderia ter tido outra carreira.

Na presente temporada, Dyego é o melhor avançado da Liga NOS. E com uma margem para lá de avassaladora quando comparado com todos os outros.

Dyego tem um impacto muito grande em zonas de finalização, mostra competência quer na última fase a responder a cruzamentos, mostrando argumentos tremendos no ar, mas também surge em movimentos a pedir a bola nas costas para posterior finalização. Tem competências para fazer golos em todos os momentos e em qualquer estilo de jogo adoptado.

A forma como ajuda a sua equipa a aproximar-se do último terço, mesmo quando recebe bolas com picos é notável. Tantas vezes “one man show”, que mais do que marcar, também ajuda!

Estamos de novo no Twitter

Paolo Maldini
Sobre Paolo Maldini 3697 artigos
Pedro Bouças - Licenciado em Educação Física e Desporto, Criador do "Lateral Esquerdo", tendo sido como Treinador Principal, Campeão Nacional Português (2x), vencedor da Taça de Portugal (2x), e da Supertaça de Futebol Feminino, bem como participado em 2 edições da Liga dos Campeões em três anos de futebol feminino. Treinador vencedor do Galardão de Mérito José Maria Pedroto - Treinador do ano para a ANTF (Associação Nacional de Treinadores de Futebol), e nomeado para as Quinas de Ouro (Prémio da Federação Portuguesa de Futebol), como melhor Treinador português no Futebol Feminino. Experiência como Professor de Futebol no Estádio Universitário de Lisboa, palestrante em diversas Universidades de Desporto, Cursos de Treinador e entidades creditadas pelo Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ). Autor do livro "Construir uma Equipa Campeã", e Co-autor do livro "O Efeito Lage", ambos da Editora PrimeBooks Analista de futebol no Canal 11 e no Jornal Record.

4 Comentários

  1. Imagino o Sérgio Conceição a salivar-se por ele. Tiquinho tem cumprido, mas juntar este e Dyego… O problema é que já custa muito guito.

  2. Já jogaram juntos Gil… era mais um ataque de equipa pequena. Como seria no Porto,simplesmente com outras armas l. E mesmo só isso, dyego e um excelente avançado, neste contexto, não acho que se destaque assim tanto,a ser será no jogo aéreo,mas sempre.num contexto fora da finalização..

  3. É triste quando quem supostamente está habilitado a fazer comentários informados sobre futebol o faz de forma ignorante.

    Segundo a maioria dos comentadores, este homem está em crise porque não marca golos há seis jogos. Não importa que ele tenha estado na origem da maioria dos últimos golos e, de resto, dos lances de perigo que a sua equipa tem criado.

    Não é um Jonas mas está longe de ser um bruto sem qualquer entendimento do jogo. É até bastante completo, no sentido de que é capaz de ser referência na área, de jogar em apoio, de ameaçar em profundidade ou de deambular pela frente de ataque porque também sabe conduzir a bola.

    Independentemente de se concordar com a sua chamada à seleção por motivos extra-desportivos, penso que pode ser-nos útil, assim tenha personalidade para se afirmar num ambiente que não sei se lhe será exatamente acolhedor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*