O “Escudo Venezuelano” que abafou o Brasil

O F. C. Porto perdeu dois dos seu centrais, tem nas camadas jovens outros dois provavelmente prontos a assumir caso Sérgio Conceição assim o entenda, mas esta madrugada, o “Escudo Venezuelano” que esteve emprestado ao Vitória, mostrou que pode complicar contas e decisões.

Um exibição magnifica quase sem erros e com o condão de com bola oferecer sempre algo diferente à sua selecção. Os estímulos ao longo desta época não podem estar dissociados do que é hoje Osório, a ideia que Luís castro tentou impor em Guimarães ajudou-o a crescer e hoje apresentar-se a um nível muito interessante.

Com bola demonstra tudo o que um central de equipa grande deve ter, calma, progressão para atrair, jogar dentro, curto, longo se houver destinatário e de forma a que quem recebe consiga dar seguimento ás jogadas, no fundo, com critério…e, colocar a bola fora do estádio se assim se justificar.

Dejan Savicevic
Sobre Dejan Savicevic 67 artigos
Treinador, apaixonado por desporto, futebol e treino. Experiência em campeonatos nacionais na formação e atualmente ativo no futebol sénior. Colaborador na área de scouting e análise de jogo, com vários treinadores e equipas do campeonato nacional da Primeira Liga. contacto - galeiras@gmail.com

4 Comentários

    • Mbemba é para rentabilizar.

      Os Diogos se de facto querem evoluir, a meu ver podiam fazer uma época de 1ª Liga. Com Pepe, Mbemba e Osorio só há uma vaga e devia ser alguém entre a A e a B. Os Diogos na minha opinião precisam de minutos a alto nível, o Belenenses é uma óptima hipótese (para um pelo menos) e com a saída de Sasso está à procura de centrais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*