A preparação óptima para receber e criar ou finalizar

Desde sempre que se tem passado a importância de se chegar ao Espaço entre sectores (linhas, se preferir) adversário, no corredor central. Sendo que, para se poder ser perigoso e dar um seguimento ofensivo ao lance, é determinante que quem recebe consiga ficar de frente para a baliza adversária. Sem esse enquadramento, as possibilidades diminuem.

Mas, desengane-se quem pensa que é tarefa fácil receber em tal espaço (quando este é curto) em condições de poder criar perigo. Envolve uma preparação que demasiadas vezes requer uma multilateralidade (expressa também na capacidade para usar o pé não dominante) nem sempre desenvolvida nos jogadores.

No passado fim de semana, Lamela demonstrou na perfeição as vantagens de se receber nesse espaço. Entenda quer a importância, quer a dificuldade (não para ele) de o fazer com uma preparação óptima.

Ora veja (LIGAR O SOM)


MAIS CONTEÚDOS EXCLUSIVOS  na página de patronos deste projecto. Recordamos que 1 dollar mês será desde logo uma grande ajuda, e suficiente para poder ver tudo o que é por nós produzido

“A estreia de Tomás Esteves (aqui)”
“Liga NOS – Parte II (aqui)”
“Liga NOS – Parte I (aqui)”
“A incrível tarde de Rafa Silva (aqui)”
“E tudo Rafa levou (aqui)”

Paolo Maldini
Sobre Paolo Maldini 3630 artigos
Pedro Bouças - Criador do "Lateral Esquerdo", tendo sido como Treinador Principal, Campeão Nacional Português (2x), vencedor da Taça de Portugal (2x), e da Supertaça de Futebol Feminino, em três anos de futebol feminino. Treinador vencedor do Galardão de Mérito José Maria Pedroto - Treinador do ano para a ANTF (Associação Nacional de Treinadores de Futebol), e nomeado para as Quinas de Ouro (Prémio da Federação Portuguesa de Futebol), como melhor Treinador português no Futebol Feminino. Experiência como Professor de Futebol no Estádio Universitário de Lisboa, palestrante em diversas Universidades de Desporto, Cursos de Treinador e entidades creditadas pelo Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ). Autor do livro "Construir uma Equipa Campeã" da PrimeBooks. Analista de futebol na TV e no Jornal Record.

2 Comentários

  1. Sugestão:

    Que tal um vídeo onde exponham situações semelhantes, mas protagonizadas por jogadores com menos capacidade para receber e enquadrar. Ou comparações de situações semelhantes, mas com resultados diferentes.

    Os vídeos que têm colocado sobre este assunto são sempre protagonizados por jogadores que fazem parecer muito simples e fácil. Escolhem os melhores exemplos, o que é bom, mas tem um lado perverso. Porque quase se perde a função dos mesmos, por quase não se perceber onde está a dificuldade.

    Acho que algo que mostre como um gesto técnico mais deficiente pode mudar tudo para pior, pode ajudar a complementar a vossa ideia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*