Que venha a inovação, Silas

O homem certo chega ao Sporting. Não se espere um Sporting automaticamente a entrar numa luta que está aparentemente perdida – Portanto, o caminho tem de ser o da evolução em 2 pontos fundamentais:

  • Crescimento colectivo, com um Modelo de Jogo e Planos de Jogo (Estratégia própria para cada jogo) que promovam a eficiência (Encaixe e Tarefas claras para cada momento e situação de jogo), ao contrário do verificado, por exemplo, na recepção ao Famalicão, e eficácia (mais criação trará mais finalização), melhores comportamentos defensivos trarão melhores resultados;
  • Crescimento individual de uma série de jogadores que estão hoje muito subvalorizados – São criminosas as referências à equipa do Sporting como se fosse um grupo de rapazes sem jeito para a modalidade. Vietto, Jesé, Rosier, Mathieu, Coates, Neto, Wendel (potencialmente) são substancialmente melhores do que a visão que se tem deles nos dias que correm).

No seu trabalho anterior, Jorge Silas garantiu ambas as premissas, e fê-lo de uma forma até inovadora. As suas ideias para o colectivo para lá de todo o sentido e da forma como promoveram eficiência e eficácia necessária em função do valor individual da sua equipa, ainda tiveram o condão de ser “diferentes” do registo habitual da Liga NOS. E por serem diferentes, revelaram-se sempre de mais difícil “encaixe” para os adversários. Recorde que o Belenenses de Silas foi uma das poucas equipas que obrigou o Benfica a ter de adaptar-se para o poder vencer, depois do treinador luso ter conquistado 4 pontos aos encarnados na temporada passada.

Em Alvalade há um plantel com nível para ir ao encontro das ideias do treinador.

Organização Ofensiva em 3x2x5 – Com laterais que são extremos, e um “10” nas costas de 2 avançados, mas os três sempre com movimentos alternados. Equílibrio defensivo a 5 na perda em zona média
Organização Defensiva – Postura Controlo – Ala do corredor da bola pressionante, ala do lado oposto volta e integra linha defensiva, mantendo-a sempre a 4 – Espaço interior fechado em 2+1 (para lá do ala que sai sempre no seu corredor, deixando central do lado da bola como referência para cobrir costas do ala que sai)
Organização Defensiva – Saída para Pressão no Meio Campo Ofensivo – Avançados com Centrais – “10” controla médio defensivo, e ainda Alas prontos para sair a laterais – Garantias de Igualidade Numérica no pressing e equilíbrio a 3, na eventualidade de pressão batida


MAIS CONTEÚDOS EXCLUSIVOS  na página de patronos deste projecto. Recordamos que 1 dollar mês será desde logo uma grande ajuda, e suficiente para poder ver tudo o que é por nós produzido

“Pormenor Vietto (aqui)”

Paolo Maldini
Sobre Paolo Maldini 3682 artigos
Pedro Bouças - Licenciado em Educação Física e Desporto, Criador do "Lateral Esquerdo", tendo sido como Treinador Principal, Campeão Nacional Português (2x), vencedor da Taça de Portugal (2x), e da Supertaça de Futebol Feminino, bem como participado em 2 edições da Liga dos Campeões em três anos de futebol feminino. Treinador vencedor do Galardão de Mérito José Maria Pedroto - Treinador do ano para a ANTF (Associação Nacional de Treinadores de Futebol), e nomeado para as Quinas de Ouro (Prémio da Federação Portuguesa de Futebol), como melhor Treinador português no Futebol Feminino. Experiência como Professor de Futebol no Estádio Universitário de Lisboa, palestrante em diversas Universidades de Desporto, Cursos de Treinador e entidades creditadas pelo Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ). Autor do livro "Construir uma Equipa Campeã", e Co-autor do livro "O Efeito Lage", ambos da Editora PrimeBooks Analista de futebol no Canal 11 e no Jornal Record.

12 Comentários

  1. Off topic,
    Porque não vi o jogo, alguém por favor me pode dizer como estava ontem disposto o onze do Benfica e como o mesmo foi alterado com as substituições?

  2. Será por isso que o Pedro ontem falava do novo treinador do Sporting CP com “algum conhecimento” de quem seria ?

    Vamos ver como lida com um balneário em cacos.

  3. Boa tarde.

    A boa opinião que tenho do Silas deve-se, em grande parte, aos vossos posts e às vossas análises, sempre elogiosas e sempre fundamentadas. Todavia, se me é permitido, gostava de levantar as seguintes questões:

    1. Acham que o Silas está preparado para um grande? Em termos de dinâmicas ofensivas, sobretudo, parece-vos que ele tem capacidade de “revolucionar” (ainda que não seja num estalar de dedos, evidentemente) o futebol do Sporting?
    2. Por outro lado, e dado que o consideram um treinador competente, como explicam a sua saída do B SAD? É certo que houve algumas saídas importantes e que isso pode ter levado ao decrescer da qualidade individual disponível, mas será suficiente para explicar o fraco rendimento da equipa? (confesso que esta pergunta tem mais a ver com os resultados do que com as exibições, que não acompanhei)
    3. Finalmente, desconsiderando questões financeiras e imaginando que são vocês os líderes do Sporting, quem escolheriam entre Silas e Setién?

    Imagino que sejam demasiadas perguntas e que seja trabalhoso responder. Seja como for, ficam ai, caso acabem por ter interesse em responder.

    Um forte abraço!

  4. o plantel do belenenses sofreu uma remodelação enorme este ano (está cheio de miudos emprestados pelo lille), e o silas não teve dedo na construção do plantel, segundo se sabe. acho que isso já pode explicar bastante…

    quanto ao resto, a boa opinião que tenho dele também vem daqui do blog. e é verdade o benfica sempre teve problemas com o silas, aí os derbies vão ser mais complicados. vamos ver se vai ter tempo, mas tendo em conta que o sporting não pode trocar de treinador todas as semanas… acho é que o varandas vai acertar meio ao calhas, porque já o podia ter ido buscar antes da opção do keizer (e certamente tinha poupado bastante em salários).

  5. Tem condições e plantel para remodelar o Sporting. Não esperem lá está que seja feito do dia para a noite e penso que está época já será complicado, agora pode sempre surpreender.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*