Receber entre Sectores – Demonstra Carlos Vinícius

No mesmo jogo, o exemplo bom e o exemplo mau.

O que é preciso para receber em espaços curtos por forma a maximizar condições para se chegar posteriormente ao golo?

Da orientação corporal, ao pé que recebe a bola.

LIGAR O SOM:


MAIS CONTEÚDOS EXCLUSIVOS  na página de patronos deste projecto. Recordamos que 1 dollar mês será desde logo uma grande ajuda, e suficiente para poder ver tudo o que é por nós produzido

“Pormenor Vietto (aqui)”

“A rota alternativa de Ataque – Carlos Vinícius (aqui)”

JÁ À VENDA – CLICAR AQUI
Paolo Maldini
Sobre Paolo Maldini 3705 artigos
Pedro Bouças - Licenciado em Educação Física e Desporto, Criador do "Lateral Esquerdo", tendo sido como Treinador Principal, Campeão Nacional Português (2x), vencedor da Taça de Portugal (2x), e da Supertaça de Futebol Feminino, bem como participado em 2 edições da Liga dos Campeões em três anos de futebol feminino. Treinador vencedor do Galardão de Mérito José Maria Pedroto - Treinador do ano para a ANTF (Associação Nacional de Treinadores de Futebol), e nomeado para as Quinas de Ouro (Prémio da Federação Portuguesa de Futebol), como melhor Treinador português no Futebol Feminino. Experiência como Professor de Futebol no Estádio Universitário de Lisboa, palestrante em diversas Universidades de Desporto, Cursos de Treinador e entidades creditadas pelo Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ). Autor do livro "Construir uma Equipa Campeã", e Co-autor do livro "O Efeito Lage", ambos da Editora PrimeBooks Analista de futebol no Canal 11 e no Jornal Record.

24 Comentários

  1. Olá Pedro!!
    Antes de mais obrigado por mais uma partilha, tenho te seguido por aqui e no canal 11, porque pra mim és uma influência ótima para quem gosta realmente de futebol..
    Em relação a este post, não achas que depende mais ainda da qualidade técnica do jogador?
    A mim parece-me que se o jogador for muito dotado tecnicamente, mesmo recebendo com o pé mais distante da baliza, consegue receber já orientado.
    Vejo isso, em jogadores como Bernardo, Messi (acho que os esquerdinos procuram mais o melhor pé até para as recepções).. mas ganham tempo e espaço na recepção..
    Obrigado e abraço

    • obrigado Francisco! A questão é que recebendo com pé mais próximo da baliza, a bola já rolou mais um bocado e fica mais longe da recuperação da linha média… além de que facilita depois da recepção dares logo o toque seguinte com o outro pé … isto é mais rápido, do que receberes com o pé mais longe, porque dificilmente se o fizeres consegures direccionar logo a bola para que o 2o toque seja com o outro pé… (n sei se isto n ficou mt confuso..)

      • Percebi Pedro e concordo.
        Apenas acho que por vezes mais vale receber com o melhor pé do jogador em questão (desde que consiga orientar pra baliza) do que receber com o mais próximo da baliza, e a recepção não sair orientada, e ter de jogar pra trás..
        Mas percebo e concordo com o que dizes, logo que enquadre.
        Abraço

      • Este detalhe da técnica individual é muito interessante e é um desafio descrevê-lo da maneira mais clara; acho que o início da explicação oral dada no vídeo é a melhor das apresentadas.
        Aqui vai a minha tentativa: receberes com o pé mais afastado ou mais próximo da baliza significa geralmente que tens o corpo virado para esse lado, e aí entramos na questão da orientação dos apoios, que já um clássico do LE.

      • Pedro, tu devias falar com o pessoal do futebol robótico a respeito destes detalhes.

        Estes detalhes de recepção teriam uma aplicação directa (mesmo não sendo robots humanóides com duas pernas). Como eles trabalham com números, e os jogadores obedecem sempre, poderia-se até fazer uma validação quantitativa. E depois seria o futebol humano a ir beber aos robots.

  2. Posso discordar??? No segundo lance se recebe orientado tinha ficado em muito melhor posição do que no primeiro lance. Abraço e continuação do excelente trabalho

    • podes sempre discordar! mas n recebe orientado… e se ficava em melhor posição que o 1o, é pelas condições do lance (Espaço / oposição) e não porque recebia com o pé esquerdo… até porque entre o voltar a pisar a relva para dar um 2o toque, perdia um milésimo… que não perderia recebendo com direito e dando o 2o toque logo com o esquerdo… eficiência…

      • Mas com o espaço que tinha se recebe orientado o segundo toque podia voltar a ser novamente com o seu melhor pé, mas percebi a explicação são estes pequenos pormenores que muitas vezes não nos apercebemos sem a vossa ajuda,Abraço

  3. Este pseudo-maldini é engraçado. Marega já com mais de 600 mins de jogo e um sem número de erros é visto como George Weah. Vinicius com poucos mins esta época e já merece um certo e um errado 😂😂😂😂

    • se usasses minimamente a cabeça perceberias que o que se está a fazer é passar conteúdo… mas tu como outros milhentos gajos totalmente desinteressantes, leêm qq coisa de um qq jogador do seu clube / ou do clube rival, e perdem a capacidade de não parecerem apenas o Gervásio

    • Este “pseudo Maldini”, como tu chamas, é do que mais faz falta ao futebol em Portugal..
      Se não visses demasiada CMTV, não vinhas pra aqui destilar esse ódio todo..
      Se não gostas do conteúdo deste sítio, simplesmente desaparece!! Era bom pra todos..
      Já agora, gostaria de pedir aos patronos, que revejam estes comentários absurdos, e os rejeitem.. não acrescentam nadinha!!
      Abraço e continuem que são excelentes!!

  4. Boas Maldini, tenho algum respeito por ti e pelo espaço, apesar de discordar de muita coisa aqui escrita e este vídeo é só mais 1… no 1º lance dá para receber com o pé mais próximo da baliza e enquadrar mais rápido, no 2º se reparares, a recepção é má mas além disso, antes de pores no play (pausa feita para falar) ele ainda recua cerca de 1 metro para a conseguir receber com o pé esquerdo.

    Nota ainda para o facto de no 2º exemplo, poderes perfeita receber com o pé esquerdo e enquadrar com facilidade, basta receberes com o interior do pé, como que fazendo uma cueca a ti mesmo (colocar o pé ao de leve para a bola não fugir muito), como um rapaz praí nos comentários já disse, vai muito da qualidade técnica do jogador.

    • Nuno.. Fala-se de eficiência. Isto é.. Minimizar o tempo. Em qq lance podes ate meter o joelho no chão e receber dessa forma… não o fazes é de forma tão rápida.

      • O que basicamente quis dizer é que se queres comparar 2 lances, tens de analisar 2 lances semelhantes e não 1 lance em que ele podia receber com o pé que quisesse com outro em que foi obrigado a recuar para conseguir receber com o esquerdo… e o exemplo que eu dei, da forma como ele poderia ter recebido e enquadrado, não se trata de um número de trapézio, um jogador com o mínimo de qualidade técnica consegue executá-lo.

  5. Acham que Vinícius poderia formar dupla com RDT? Ficando o RDT como ponta? Sei que nenhum dos 2 tem a capacidade de defender que o Seferovic tem, mas tem mais qualidade com a bola no pé , e de momento é disso que o Benfica precisa mais.

    • Bom dia Diogo!!
      Acho sim que poderiam fazer dupla!
      Mas na minha opinião, sempre com o RDT atrás.. acho que enquadra melhor, e é o jogador do Benfica com melhor capacidade técnica para receber entre linhas. Abraço

  6. Não achas que no primeiro e segundo lance uma das diferenças também pode ser como é que o passe chega ao vinicius? No primeiro lance o passe é feito para a frente, no segundo ele tem que recuar ainda mais no momento em que a bola parte de quem fez o passe e, a bola não só vem aos saltos como vai para a esquerda vinicius tornando mais dificil fazer a recepção orientada como fez no primeiro lance. Sei que para quem faz o passe já houve uma série de decisões que teve que tomar em curto espaço de tempo no entanto também deve haver sempre atenção para onde se coloca a bola e não simplesmente meter junto ao jogador. Isto para jogadores com qualidades técnicas menos refinadas em que não ha tanta qualidade no gesto técnico para receber a bola com ambos os pés.

    • Ricardo… claro, que acho! A bola ter de recuar, e ele não ser propriamente muito hábil do ponto de vista motor, provavelmente briga-o a não conseguir dar mais um passinho para poder receber com o esquerdo…

      E atenção, para que não se estejam a discutir coisas diferentes, que o que se fala é uma questão de eficiência… se receberes com o pé mais adiantado, chegas à frente em menos tempos! Tempo – Toque da bota no chão (que é o que te atrasa ou adianta) (A menos que sejas o Messi que já vi dar 2 toques com o mesmo pé sem trocar o apoio).

      Antes do passe, vejam esta recepção… https://streamable.com/o538q

  7. Até pode ser verdade o que dizem, mas o segundo exemplo é mal escolhido.
    Com uma receção daquelas, o Vinicius podia receber com o pé que quisesse que nunca ia conseguir dar sequência à jogada.

1 Trackback / Pingback

  1. Diz-me como recebes, dir-te-ei onde chegarás – Lateral Esquerdo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*