Do outro lado do mundo – Kosovo

Liderado pelo suiço Bernard Challandes, a selecção do Kosovo atravessa provavelmente o melhor período desde o seu nascimento. À vitória no grupo e consequente promoção na Liga das Nações, chega aos últimos jogos do apuramento com hipóteses de garantir a presença no próximo Europeu.

O mais incrível no percurso para lá das vitórias perante a Republica Checa, Bulgária e Montenegro, é a forma como a equipa se propõe a jogar na sua Organização Ofensiva. Com coragem e a deixar uma marca de um estilo bem acentuado – Quem não tem nada a perder, porque não procurar o impacto das boas sensações?


MAIS CONTEÚDOS EXCLUSIVOS  na página de patronos deste projecto. Recordamos que 1 dollar mês será desde logo uma grande ajuda, e suficiente para poder ver tudo o que é por nós produzido
ACESSO A TODOS OS JOGOS DO MUNDO

Paolo Maldini
Sobre Paolo Maldini 3682 artigos
Pedro Bouças - Licenciado em Educação Física e Desporto, Criador do "Lateral Esquerdo", tendo sido como Treinador Principal, Campeão Nacional Português (2x), vencedor da Taça de Portugal (2x), e da Supertaça de Futebol Feminino, bem como participado em 2 edições da Liga dos Campeões em três anos de futebol feminino. Treinador vencedor do Galardão de Mérito José Maria Pedroto - Treinador do ano para a ANTF (Associação Nacional de Treinadores de Futebol), e nomeado para as Quinas de Ouro (Prémio da Federação Portuguesa de Futebol), como melhor Treinador português no Futebol Feminino. Experiência como Professor de Futebol no Estádio Universitário de Lisboa, palestrante em diversas Universidades de Desporto, Cursos de Treinador e entidades creditadas pelo Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ). Autor do livro "Construir uma Equipa Campeã", e Co-autor do livro "O Efeito Lage", ambos da Editora PrimeBooks Analista de futebol no Canal 11 e no Jornal Record.

3 Comentários

  1. o kosovo tem várias vantagens. tem a população mais jovem da europa, e os miúdos jogam todos à bola na rua. jogos das champions os bares estão cheios e têm ecrãs gigantes na rua. no euro 2016 dois ecrãs gigantes na avenida principal. há muito potencial por lá e acredito que se algum clube quisesse apostar no futebol por aquelas bandas era capaz de ser bem sucedido. os clubes não têm grandes infraestructuras, mas eles são malucos por bola e renovaram o estádio da capital recentemente. para além disso a diáspora é grande, mesmo não havendo shaqiri ou xhaka que podiam jogar por eles.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*