O lado táctico do Atleti x Barça

“Partidaso” em Madrid, com um Atleti globalmente superior mas sem conseguir materializar em golos o ascendente.

Quem tem Messi continuará a vencer provas de regularidade. Não é preciso ser-se extremamente competente para que tal aconteça – Basta saber usar o talento do melhor da história. Todavia, chega a ser penoso o quão pouco produz ofensivamente uma equipa que faz coabitar Messi com Griezmann, Suarez, Arthur e De Jong.

Difícil encontrar equipa com tamanho rigor táctico quando o Atleti de Simeone
Quer em Largura quer em Profundidade equipa sempre equilibrada – Não é atraída ao corredor e fecha sempre todos os espaços de entrada para a sua baliza
Apoios frontais que vêm do espaço entre sector defensivo e médio, acompanhados até que o adversário entre no campo visual dos médios – A partir daí, defesa fica.
Organização Ofensiva com Felix e Correa ao redor de Morata; 3 médios centro – Trippier projectado no corredor direito. Terá faltado profundidade no corredor esquerdo para explorar até o facto de Messi não defender
Má definição em algumas Transições Ofensivas impediram Atletico de materializar o ascendente
Organização Ofensiva do Barcelona
Organização Defensiva – Messi não participa defensivamente – É Arthur quem bascula para fechar o corredor lateral
Transição Defensiva do Atleti – A preocupação em deixar homem a marcar Messi mesmo aquando da posse para que este não receba mais adiantado com espaço e em condições de acelerar com Suarez
A criação de João Felix – Bola perfeita no espaço que estava livre – Ter Stegen manteve o nulo com uma defesa incrível


Por 1€ mês pode ter acesso a conteúdos exclusivos bem como a videos de todos os jogos e jogadores do mundo – Registo na nossa página de patronos (aqui)

Paolo Maldini
Sobre Paolo Maldini 3697 artigos
Pedro Bouças - Licenciado em Educação Física e Desporto, Criador do "Lateral Esquerdo", tendo sido como Treinador Principal, Campeão Nacional Português (2x), vencedor da Taça de Portugal (2x), e da Supertaça de Futebol Feminino, bem como participado em 2 edições da Liga dos Campeões em três anos de futebol feminino. Treinador vencedor do Galardão de Mérito José Maria Pedroto - Treinador do ano para a ANTF (Associação Nacional de Treinadores de Futebol), e nomeado para as Quinas de Ouro (Prémio da Federação Portuguesa de Futebol), como melhor Treinador português no Futebol Feminino. Experiência como Professor de Futebol no Estádio Universitário de Lisboa, palestrante em diversas Universidades de Desporto, Cursos de Treinador e entidades creditadas pelo Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ). Autor do livro "Construir uma Equipa Campeã", e Co-autor do livro "O Efeito Lage", ambos da Editora PrimeBooks Analista de futebol no Canal 11 e no Jornal Record.

1 Comentário

  1. Maldini, para ti quais são as razões para as dificuldades que o Félix está a sentir no Atlético? Acreditas que seja as dificuldades naturais de adaptação ou é o próprio modelo do Simeone que não consegue retirar o melhor do Félix?

    Cumprimentos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*