A dinâmica do 3º homem para Dummies

A defesa à zona trouxe inúmeros problemas aos ataques, que se vão adaptando para continuar a chegar ao último terço em condições de somar golos.

Uma das formas mais importantes de se criar perigo é ultrapassar opositores utilizando o espaço interior – Deixar o adversário que defende com 8, 9 ou 10 atrás da linha da bola, com apenas 3, 4 ou 5. Ficar com a bola de frente apenas para os defesas – De frente apenas para a linha defensiva.

Uma das principais dificuldades é que quem recebe a bola nesse espaço interior, dificilmente conseguirá virar-se para a baliza adversária, uma vez que os defesas irão (quase) sempre encostar em quem recebe impedindo o tal enquadramento. Então, para que se consiga o intento de conquistar tal espaço (entre defesas e médios adversários) estando de frente para a baliza adversária, e com isso impedir os defesas de poderem ser agressivos na conquista da bola, mas antes verem-se obrigados a defender a sua baliza, há que utilizar um terceiro elemento, que receba um passe atrasado – E com isso, já receberá a bola de frente.

Ora veja:


Por 1€ mês pode ter acesso a conteúdos exclusivos bem como a videos de todos os jogos e jogadores do mundo – Registo na nossa página de patronos (aqui)


3 Comentários

  1. Equipa organizada, compacta, zero espaço, imensos homens atrás da linha da bola.

    Um pouco de aceleração, terceiro homem, Messi, golo. Este gajo é estupidamente fenomenal.

  2. Não será muito diferente da suposta antiga combinação indireta ou só se chama “dinâmica do 3º homem” se for no caso específico de ficar de frente para a linha defensiva?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*