O belo regresso da Società Sportiva Lazio

Ao quinto ano de liderança na Lazio, Simone Inzaghi apresenta a sua melhor obra.

A Lazio arranca para a jornada vindoura em terceiro lugar, a apenas um ponto da liderança num ano em que o 3x5x2 voltou à cidade de Roma.

É apenas a sexta equipa da Série A com mais passes trocados entre os seus jogadores (lidera o Napoli), e apenas a nona com mais posse (média de 51.3% por jogo – Também na posse lidera o Napoli). Por outro lado é a segunda equipa da Liga que mais passes executa para a profundidade (lidera o Napoli) e a segunda que mais bolas consegue receber provenientes de passes para o espaço (atrás da Atalanta).

Individualmente Ciro Immobile com 25 golos lidera com mais 5 que Cristiano, enquanto o génio espanhol Luis Alberto é o jogador com mais assistências para golo (9).

Embora esteja longe de ser uma equipa tradicional de posse, capaz de monopolizar o jogo com bola, a Lazio de Inzaghi tem a capacidade de com bola preparar a preceito a Transição Defensiva, transformando muitas vezes o momento de reacção à perda, em reacção ao ganho. E ai, apanha os adversários a abrir, obrigados a um contra movimento para voltar a fechar espaços.

Tudo porque a equipa se move de forma conjunta, e não se coíbe sequer de ter centrais a encostar bem próximo da área adversária nas referências de saída adversárias.

Uma ideia colectiva que encontra no corredor central talento e inteligência para atacar, e preparação para defender.


1 Comentário

  1. A única equipa esta época que me faz encostar no sofá, às tantas da noite, como se estivesse para ouvir ópera. Todos eles fazem a orquestra, até Lucas ou o Correa. O maestro é silencioso o suficiente para o adorar ver no banco: grande Inzaghi. De resto, Luís Alberto ou Immobile são a cereja de um grande futebol. O Luís Alberto domina por completo o tempo.

Responder a Rafael Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*