Joga-se como se vive

Joga-se como se vive

Xabier Azkagorta, na “The Tactical Room”

Em tempos confusos cujas dúvidas e incertezas vão muito para além da importância de um jogo de futebol, vemos os mandatários das identidades imutáveis no futebol a pedirem Adaptação nos nossos estilos de vida, para que em conjunto todos consigamos ultrapassar estes momentos.

Não vivem como jogariam, portanto. Porque na vida requerem adaptação para ultrapassar problemas, talvez não tenham identidade. Identificam quando os mesmos comportamentos de sempre não surtiriam efeito ou trariam sucesso, mesmo em algo tão importante quanto sobreviver, e alteram-os. Pese embora defendam exaustivamente que no futebol deva ser diferente.

E assim acontece porque não VIVEM no futebol.

Hoje é fácil estar no cadeirão a debitar opiniões, e tantas absolutamente estapafúrdias e sem qualquer paralelo com a realidade, mas como em qualquer outra actividade na vida, é colocando-me em posição de executar o plano, de tomar a acção, que percebo ou não como se maximizam possibilidades. De sobreviver, ou de vencer. E no futebol, vencer é sobreviver.

Joga-se como se vive ganha toda uma nova dinâmica em tempos árduos. Se todos um dia perdem, também todos nós um dia morreremos. A luta é evitá-lo da forma que estrategicamente for, aparentemente, mais adequada.

Muitos não terão oportunidade de o perceber num campo ou num banco de um campo de futebol num contexto em que o resultado da competição importe – Porque move com Carreira / Valores Monetários / Felicidades ou Infelicidades das massas, mas fica a certeza de que quando chega a hora (se chegasse), logo se pregaria como Frei Tomás, fazendo o que ele diz não o que ele faz.

#StayTheFuckHome

Dejan Savicevic
Sobre Dejan Savicevic 87 artigos
Ricardo Galeiras Treinador, apaixonado por desporto, futebol e treino. Experiência em campeonatos nacionais na formação e atualmente ativo no futebol sénior. Colaborador na área de scouting e análise de jogo, com vários treinadores e equipas do campeonato nacional da Primeira Liga. Contacto: galeiras@gmail.com

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*