Onze da Liga – Quem contratar?

Há muito tempo que defendo que, havendo no próprio campeonato potencial e rendimento, ir contratar fora é um risco. O atleta que chega, precisa de se adaptar ao país, trazer a família, criar hábitos e rotinas que lhe permitam apenas pensar em treinar e jogar. Os grandes clubes tem na sua estrutura quem pense em tudo para que nada falte ao atleta, no entanto, no momento da derrota ou insucesso fazem falta os amigos e a família, nas vitórias e nas conquistas o sorriso de uma cara conhecida faz toda a diferença. São vários os relatos de jogadores que aquando do fracasso apontam a falta de adaptação.

Assim, porque não apostar em quem já cá está, com a vantagem de já ter uma rede familiar e de amigos que os protegem e ainda o facto de conhecer o meio onde se irão inserir, o campeonato, a cultura, o clima. No máximo terá de se adaptar a uma nova cidade e por vezes nem isso! Somando a tudo isto vir com o peso de muitos milhões em cima, pode e acaba por condicionar o desempenho.

Não tenho números, mas penso que devemos ser das ligas onde os “grandes” menos contratam internamente, e há tanto potencial na 1ª liga na 2ª liga e inclusive Campeonato Nacional de Seniores que, por vezes, quem arrisca, petisca!

O exercício que vos deixo é simples e as premissas incidiram na equação rendimento/potencial. Foram escolhidos apenas jogadores fora do top 4 (à 31ª jornada), jogadores que tiveram impacto esta época e que ainda tem margem para crescer e render no mínimo 3/4 anos, adicionem à fórmula a limitação de escolher apenas 2 atletas por clube.

O sistema tático escolhido foi o 1343. Parti por aqui, pois acredito que a utilização de 3 defesas será a tendência no futuro próximo a nível nacional, uma vez que quase todas as equipas estão a defender com uma linha de 5. Isto, se Jorge Jesus não regressar a Portugal.

O 11:

Helton Leite – Boavista FC

Umas das posições que mais dúvidas me deixa! Cláudio Ramos merece estar noutro patamar mas optei pelo guarda redes do Boavista pelo mesmo motivo que muitos recusam em acreditar no Português, a estatura!

Aos 29 anos, 2ª época em Portugal, tem quase 2 metros de altura, muito forte dentro dos postes. Não fosse a lesão grave que teve a época passada e acredito estaria já num dos top4.

Nanu – CS Maritimo

Ganhou destaque com a exibição mais recente contra o Benfica, jogador muito rápido e com disponibilidade para fazer todo o corredor, potente e agressivo a defender.

Borevkovic Rio Ave FC

23 anos, 2ª época no nosso campeonato e com Carlos Carvalhal confirma que é um central para mais elevados patamares. Competente no momento defensivo acrescenta com bola. Calmo e muito assertivo na construção é central para equipa que quer ter bola.

Maracás Paços de Ferreira FC

Confesso que apenas vi dois jogos do brasileiro e apenas me ficou na retina a sua capacidade com bola. Nos jogos em causa o Paços ainda estava com a corda no pescoço e em momento algum o central tomou más decisões. Talvez a sua estatura não ajude nos duelos aéreos mas compensa com a sua boa leitura do jogo.

Fábio Cardoso CD Santa Clara

Inexplicável. Um dos melhores centrais do campeonato, top4 incluído. Tarda em dar o salto, mas aos 26 anos vai bem a tempo de ter uma carreira bem interessante.

Zanussi CD Santa Clara

Já falado cá no site. O Alex telles dos Açores é uma máquina física. Capaz de fazer todo o corredor, encurtar espaços e dar qualidade ofensiva. Chegou esta época do Campeonato de portugal e dará certamente o salto em breve para outro nível competitivo. Destaque para Oleg do Paços de Ferreira.

Pêpê Vitória SC

Talvez a posição mais difícil de escolher. Há Gustavo Assunção, Uros Racic, Musrati, Filipe Soares… Todos a poder dar o salto e com impacto.

Pêpê não é rotativo, não é intenso e físico, mas acrescenta muito com bola. Numa equipa que a pretende ter, e onde o 6 terá preponderância na construção Pêpê é o nome.

Pedro Gonçalves FC Famalicão

Para mim o Destaque deste campeonato. Que jogador incrível, com bola, sem bola, intenso, ligado ao jogo. Não há palavras para Pote! Desconheço a sua situação contratual, mas ou será resgatado em breve para Inglaterra ou algum grande não o deixará fugir. Destaque ainda para Lucas Fernandes do Portimonense e Lincoln do Stª Clara.

Marcus Edwards Vitória SC

Depois de Pote talvez o 2º melhor jogador revelação do campeonato. Ultra veloz, técnico e potente no remate. Joga por dentro e associa-se com os colegas com a mesma qualidade que de fora para dentro destrói rins a laterais esquerdos. Olhando para o top4, encaixaria em qualquer dos 4 na próxima época.

Fábio Martins FC Famalicão

Encontrou finalmente em Famalicão a estabilidade e confiança necessária para brilhar. Talvez os 26 anos ajudem e está melhor jogador do que já era. Penso estar ligado contratualmente ao Braga e se sim, será sem duvida uma das figuras da equipa na próxima época. Destaque para Nuno Santos do Rio Ave, está mais que pronto a entrar no top 4.

Taremi Rio Ave FC

Requinte. Toque aveludado em cada bola que lhe chega. Destreza de movimentos, enorme leitura de onde a bola pode entrar e capacidade técnica para a fazer chegar onde vê primeiro o espaço e/ou colega. Craque, dos grandes.

Este exercício foi uma opinião meramente pessoal e como tal sujeita a gostos pessoais e de apreço por características que mais identifico como prováveis de ter sucesso numa equipa por mim treinada.

Deixem as vossas opiniões nos comentários.

Follow
Follow

Dejan Savicevic
Sobre Dejan Savicevic 87 artigos
Ricardo Galeiras Treinador, apaixonado por desporto, futebol e treino. Experiência em campeonatos nacionais na formação e atualmente ativo no futebol sénior. Colaborador na área de scouting e análise de jogo, com vários treinadores e equipas do campeonato nacional da Primeira Liga. Contacto: galeiras@gmail.com

8 Comentários

  1. Na minha opinião e caso não se lesione, o Nuno Santos dará o salto para o estrangeiro neste final de época. Está a fazer uma ponta final de campeonato muito boa.

  2. Zanussi já está de malas feitas para a Alemanha não é? Acredito que Taremi tenha ficando em standby (será que JJ aproveitará o iraniano?) e Helton Leite seja o suplente de Vlaco (ou outro). Posto isto, Fábio Martins deve regressar “a casa” e ocupar as vagas deixadas por Wilson e Trincão; vejo Edwards a voar para Inglaterra (negócio à lá Tapsoba) e Cardoso tem tudo para/pode ser o 3/4° central dum Benfica com problemas no eixo. De todos os mencionados, pra mim, o principal destaque é Nuno Santos. Está um senhor e merece-o depois de um longo calvário.

  3. Confesso que vi muitos poucos jogos, excepto do Benfica que os vi todos.. Destes jogadores listados, o que me encheu mais as medidas foi o LE do s.clara, secundado pelo LD do maritimo e do taremi. Contudo acho que o taremi não tem o suficiente para uma equipa de top.
    -Discordo do Helton.
    – Pergunto eu:? o que seria do campeonato nacional se estes jogadores fizem todos parte de um guimaraes ou de um rio ave?
    cpts a todos.

  4. Existem nomes que concordo e outros que discordo, obviamente, mas Marcus Edward é grande jogador. Pedia tambem a vossa atenção para urus racic, Douglas Tanque e Paulinho. Estes nomes eram jogadores para fazer parte dw um grande no próximo ano.

  5. Posso dar outros

    Amir do Maritimo, e o Claudio Ramos, têm sido dois guarda-redes que tem dado “cartas” neste campeonato.

    Borevkovic, PÊpe, Markus Edwards, Fabio Cardoso, Fabio Martins e Pedro Gonçalves são os que destaco mais.

  6. Já tinha feito algo parecido na minha página de facebook… escolhi apenas 1 jogador por equipa (sem usar os 3 grandes), numa tática de 343… ligo mais a médios e avançados que a defesas… 🙂

    GR: Helton Leite (Boavista) – 29 anos
    DD: Nanu (Maritimo) – 26 anos
    DE: Zaidu (Santa Clara) – 23 anos
    DC: Rosic (Moreirense) – 27 anos
    MC: Pepelu (Tondela) – 21 anos
    MC: Kraev (Gil Vicente) – 23 anos
    ALA: Tabata (Portimonense) – 23 anos
    ALA: Fabio Martins (Famalicão) – 26 anos
    AV: Paulinho (Braga) – 27 anos
    AV: Taremi (Rio Ave) – 27 anos
    AV: Marcus Edwards (Guimarães) – 21 anos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*