De 5 para 4 – a linha defensiva leonina

A mudança foi prometida. “Uma mudança do paradigma” no clube de Alvalade traduziu-se num arranque prometedor nas competições internas. À 7º jornada, o Sporting é o líder isolado do campeonato português, sendo o melhor ataque e a melhor defesa da competição. Em 7 jogos, marcou 19 golos e sofreu, apenas, 4. 

Liderados por Ruben Amorim, treinador que carrega o peso do valor da sua contratação, o Sporting não é exceção ao sistema tático já conhecido deste treinador: 3 centrais, dois médios em zona central e muita mobilidade ofensiva. 

Neste artigo, iremos analisar o setor defensivo do Sporting, mais especificamente os comportamentos padronizados da sua linha defensiva, quando um dos seus elementos pressiona no corredor lateral. 

Uma linha defensiva deve funcionar em constante simbiose e deve estar preparada para ajustar e variar os seus posicionamentos, de forma a condicionar a ação da equipa adversária. Esta linha verde e branca conseguiu (até à data) reproduzir estes comportamentos de forma exímia, principalmente quando se viu obrigada a fragmentar-se, passando de 5 para 4 elementos. Este momento ocorre quando a bola está, no corredor, em posse do adversário e um dos elementos da linha de 5 (normalmente o lateral) é obrigado a pressionar o adversário no corredor, levando a que o resto da linha ajuste de forma a preencher os espaços. Objetivos principais: cobrir as zonas próximas da bola, preencher o corredor central e anular uma possível ameaça no corredor contrário. 

Como modelo de observação, foram usados os jogos da 6ª e 7ª jornada, onde o Sporting esteve frente a frente com o Tondela e o Vitória SC, respetivamente. Os leões venceram imperiosamente ambos os jogos e mantiveram a sua baliza nula. 

Reflexão: não sendo mérito exclusivo da sua linha defensiva, pois defender é fundamentalmente um processo coletivo, as ações assertivas da mesma influenciaram positivamente todo o processo. No seguinte vídeo podemos contemplar as ações da linha defensiva da equipa leonina, já enunciadas anteriormente.

Já és nosso Patrono?
Por 1$ mês acesso a conteúdo exclusivo:

AlvaroRecoba
Sobre AlvaroRecoba 5 artigos
Licenciado em Ciências do Desporto, Mestre em Ciências da Educação Física e Desporto - Especialização em Treino Desportivo e Treinador UEFA B. Atualmente, desempenho funções de Treinador Adjunto e Analista no Berço Sport Clube, clube que disputa o Campeonato Portugal. Frederico Nunes

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*