Conexão Portuguesa – Croácia x Portugal

Na última terça-feira, aconteceu a última partida da fase de grupos da Uefa Nations League, e foi por lá em que a seleção Portuguesa fez seu último jogo do ano, e saiu vencedora do mesmo, frente a atual vice-campeã Mundial e mandante da partida, Croácia.

Durante toda a partida a seleção Portuguesa realizou 455 passes corretamente chegando a marca de 82% de acerto, com isso realizamos uma análise de redes, que consiste em mostrar quais jogadores mais interagiram entre si, quais atletas mais conseguiram conectar outros companheiros, e com isso encontrar alguma ligação predominante durante os 90 minutos.

A análise foi divida entre primeiro e segundo tempo, e então podemos localizar algumas mudanças de estratégias para fazer a equipe portuguesa avançar.

1° Tempo:

Durante a primeira metade, dois comportamentos chamaram atenção pela frequência em que foram realizadas.

1: Em fase ainda de ínicio de construção, 9 bolas foram recuadas para o goleiro Rui Patrício, e dele 6 do total foram para Nélson Semedo aberto pela direita.

2: Já passado do primeiro terço ofensivo, uma conexão que chamou a atenção foi entre Nélson Semedo e Diogo Jota, não apenas pelos passes entre eles, mas também pela movimentação em conjunto. Jota buscava recuar um pouco para receber o passe entre linhas, e com isso geralmente atraía algum defensor adversário junto, abrindo espaço para Nélson Semedo avançar em velocidade.

2° Tempo

Com o ínicio da segunda metade, de cara temos uma alteração, Bruno Fernandes por Trincão. A Croácia perde Marko Rog por expulsão mas por sua vez conseguiu neutralizar a conexão (Nélson Semedo – Diogo Jota) durante o segundo tempo, e com isso Portugal começou a buscar iniciar sua construção pelo meio com Danilo Pereira (Sérgio Oliveira) e Moutinho, para aí então partir para passes mais abertos, seja com Trincão e Nélson Semedo pela direita ou Mário Rui (João Cancelo) e Cristiano Ronaldo pela esquerda.

Conclusão:

Destacamos o trabalho de Moutinho nesse meio campo Português, sendo o jogador da equipe em que mais chamou seus companheiros para jogo, de 15 parceiros que entraram em campo junto a ele, 13 tiveram interações diretas com o camisa oito, ficando fora da lista apenas Rui Patrício e Paulinho.

Empatado com Moutinho na primeira colocação, temos o novo zagueiro de Pep Guardiola, o Rúben Dias, que também conecta 13 companheiros durante todo o jogo, deixando de fora novamente Paulinho e Trincão.

Hagi
Sobre Hagi 22 artigos
Leonardo Charamitara - Estudante de Educação Física e do futebol, tenho 20 anos, administrador da página @analisedefut no Instagram e o perfil pessoal como @leo_charamitara

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*