Perigos em Famalicão, e o Tondela no Dragão

Entre gestão Europeia no caso do FC Porto, e uma semana inteira para preparar a difícil visita a um Famalicão renascido nas asas de Valenzuela, Ivan Jaime, Gustavo Assunção e Gil Dias, do Sporting, há diferenças de preparação que se esbatem drasticamente pela dificuldade díspar dos oponentes em causa, e o factor casa / fora.

Lanço-vos o desafio. Vestir a pele de Sérgio Conceição e / ou de Rúben Amorim para o dia de hoje.

O Sporting já se sabe nunca muda o 3x4x3, e portanto o desafio é escolher o 11 inicial para ir a jogo – Quem pretender, justifique as opções mais “arrojadas”.

No caso do FC Porto, que sistema tático, e que equipa para a recepção ao Tondela, recordando até o desgaste de uma partida entre dois confrontos Europeus.

Aqui fica o meu:

Adán; Neto, Coates, Feddal; Porro, Palhinha, Daniel Bragança, Nuno Santos; João Mário, Pote, Sporar.

Entrada de Nuno Santos como lateral – Posição que tem ocupado quando o Sporting precisa de ir atrás do resultado – pela lesão de Nuno Mendes; João Mário no lugar habitual de Nuno Mendes em zonas mais adiantadas, e entrada de Daniel Bragança para o meio. Com João Palhinha a assegurar tarefas defensivas com tamanho raio de acção, Bragança poderá trazer criatividade e forma de desbloquear o jogo ofensivamente.

FC Porto em 4x4x2:
Marchesín; Manafá, Mbemba, Diogo Leite e Zaidu; Fábio Vieira, Uribe, Romário Baró e Luis Diaz; Evanilson e Felipe Anderson.

O desgaste de Otávio, Oliveira, Corona e Marega poderia fazer aparecer Fábio Veira, Romário Baró, Felipe Anderson numa posição mais adiantada no momento defensivo, libertando-o de demasiada responsabilidade – que a terá sempre, em qualquer espaço que ocupe – e a potência, finalização e capacidade de movimentação de Evanilson, que é um diamante por lapidar nos pequenos gestos técnicos que dão / tiram fluidez ao jogo.
O Tondela tem revelado dificuldades em todos os momentos do jogo, e embora com várias trocas, a criatividade de Fábio Vieira, a verticalidade de Luis Diaz, a velocidade de execução de Felipe, e os movimentos na área de Evanilson, creio poderem assegurar um jogo tranquilo, ao mesmo tempo que repousa uma parte do núcleo duro.

Paolo Maldini
Sobre Paolo Maldini 3767 artigos
Pedro Bouças - Licenciado em Educação Física e Desporto, Criador do "Lateral Esquerdo", tendo sido como Treinador Principal, Campeão Nacional Português (2x), vencedor da Taça de Portugal (2x), e da Supertaça de Futebol Feminino, bem como participado em 2 edições da Liga dos Campeões em três anos de futebol feminino. Treinador vencedor do Galardão de Mérito José Maria Pedroto - Treinador do ano para a ANTF (Associação Nacional de Treinadores de Futebol), e nomeado para as Quinas de Ouro (Prémio da Federação Portuguesa de Futebol), como melhor Treinador português no Futebol Feminino. Experiência como Professor de Futebol no Estádio Universitário de Lisboa, palestrante em diversas Universidades de Desporto, Cursos de Treinador e entidades creditadas pelo Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ). Autor do livro "Construir uma Equipa Campeã", e Co-autor do livro "O Efeito Lage", ambos da Editora PrimeBooks Analista de futebol no Canal 11 e no Jornal Record.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*