Desconstruir um monstro: os “segredos” de Haaland

São poucos os avançados da história do futebol que poucos meses depois de fazer 20 anos estariam já na lista de melhores finalizadores do Mundo. O norueguês Erling Haaland tem surpreendido tudo e todos nos últimos 18 meses, marcando 61 golos em 54 jogos ao serviço do RB Salzburg e do Borussia Dortmund. O jovem avançado está longe do seu produto final, tem algumas limitações técnicas e mesmo físicas, como o cabeceamento e impulsão, que são escondidas pela sua capacidade de finalização completamente anormal. Um jogador muito inteligente, que consegue finalizar de diferentes maneira e que não perdoa qualquer espaço dado entre jogadores adversários na linha defensiva, com contra-movimentos muito fortes a explorar o espaço nas costas da defesa.

Ao olhar para todos os remates e golos de Haaland este ano, é possível chegar a algumas conclusões, como as suas zonas preferidas para finalizar, os seus movimentos mais frequentes para chegar a essas zonas e que tipo de passes o jovem norueguês prefere vindos dos seus companheiros. Sabendo que Haaland é muito mais perigoso em ataques rápidos ou transições do que em ataques organizados, fui investigar um pouco qual o seu “método” para ser tão perigoso. Apresento-vos então aquela a que podemos chamar a “Zona Haaland” (quase 54% dos seus remates vêm desta zona), num gráfico com todas as finalizações de Haaland esta época, e também um vídeo que mostra os seus movimentos e espaços preferidos a ocupar. Será isto algo a ter em conta para parar o “monstro” norueguês? Como treinador adversário, que atenções redobradas teriam ao jogar contra o Dortmund?

Sobre RobertPires 69 artigos
Rodrigo Carvalho. 23 anos, experiência como treinador adjunto e analista em equipas séniores em Portugal e nos Estados Unidos. Passou pela Federação de Futebol dos Estados Unidos no departamento de Formação de Treinadores. Em colaboração com a Proscout, trabalhou diretamente com equipas técnicas profissionais e produziu relatórios de jogadores. Podem seguir muito do seu trabalho em @rodrigoccc97 no Twitter.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*