Jack Grealish, o “Peaky Blinder” que questiona os valores do futebol moderno

Para os adeptos mais desatentos, Jack Grealish pode até nem ser um nome muito conhecido. Para quem segue atentamente a Premier League, dizer que o médio de 25 anos do Aston Villa tem sido o melhor jogador da Premier League esta temporada pode não ser absurdo como se preveria há uns anos. Numa equipa mais modesta do que os famosos tubarões, Grealish torna cada jogo entusiasmante com a sua personalidade, qualidade técnica e capacidade de assumir o jogo de uma forma individual que, no futebol atual, talvez só Neymar o consiga fazer da mesma maneira. Virtuoso, elegante mas também muito agressivo e forte fisicamente, Grealish leva-nos ate aos grandes craques dos anos 70-80 e 90, que faziam carreiras no clube da terra em que nasceram e que representavam a paixão e a dedicação de um povo. Irreverente, com espírito rock star e polémicas fora do campo que ainda o aproximam mais daqueles que tanto o admiram, Grealish é o herói e a cara de uma cidade e um clube: Birmingham e Aston Villa.

Este ano, o craque que atua no Villa desde os 8 anos de idade tomou uma daquelas decisões que já não se vêem no futebol moderno. Com propostas de muitos dos maiores clubes ingleses, Man United como o principal interessado, o capitão do Aston Villa recusou propostas milionárias e com outras ambições para continuar a jogar pelo seu clube. Um contrato que se extende até 2025 e que lhe dá a maior satisfação do mundo: dar o máximo pelo clube em que sempre sonhou jogar. Grealish não é só lealdade, é, acima de tudo, sinónimo de muita qualidade e, caso não chegassem as exibições que nos oferece semana após semana, os números também o comprovam. O internacional inglês (estreou-se, finalmente, em Setembro) é o jogador que mais faltas sofre na Premier League, o jogador com mais dribles efetuados, o segundo com mais assistências (apenas atrás de Harry Kane) e está no pódio de jogadores com mais passes-chave e chances criadas.

Um autêntico craque que, com a camisola 10 e braçadeira no corpo, este ano já deu show em Anfield, numa goleada imposta pelo Aston Villa ao Liverpool por 7-2, e em muitos outros palcos mágicos de Inglaterra. Recorrendo à famosa série gravada em Birmingham, de onde é natural, Grealish é um autêntico Peaky Blinder pela rebeldia, atitude, agressividade e charme com que se apresenta no campo, com a paixão e magia que nos fez gostar tanto deste jogo. Não é normal da nossa parte, mas os momentos de genialidade de Grealish são tantos que deixamos aqui 8 minutos que mostram a qualidade do médio inglês que cativa só com o olhar. Resta-nos aproveitar, e ligar a TV quando joga o Villa.

Video criado com

Avatar
Sobre RobertPires 55 artigos
Rodrigo Carvalho. 23 anos, experiência como treinador adjunto e analista em equipas séniores em Portugal e nos Estados Unidos. Passou pela Federação de Futebol dos Estados Unidos no departamento de Formação de Treinadores. Em colaboração com a Proscout, trabalhou diretamente com equipas técnicas profissionais e produziu relatórios de jogadores. Podem seguir muito do seu trabalho em @rodrigoccc97 no Twitter.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*