Nicolò Barella: o transístor de alta tensão

Nicolò Barella

Fim-de-semana. É altura de sentar no sofá, agarrar as mantas e ver os jogos que estão a passar na televisão. Já todo o adepto correu os canais desportivos à espera de um “relâmpago” que lhe chamasse à atenção num clima de jogos mais… amenos. Eu, dei por mim a ver o Inter de Conte, “eletrizado” por um menino de Cagliari, de seu nome Nicolò Barella.

O rádio transístor – é assim apelidado pelos seus colegas, por ser um fala-barato – foi contratado ao Cagliari em julho de 2019, assumindo-se como indiscutível no meio-campo do Inter de Milão. Dentro da dinâmica da equipa, Barella goza duma liberdade que lhe permite percorrer toda a profundidade do terreno, tendo ainda energia para alternar entre a meia direita e a extrema do mesmo lado, surgindo muitas vezes como se fosse um extremo. Por toda essa mobilidade e versatilidade, o mezzala dos nerazzurri já foi comparado pe’La Gazzetta Dello Sport a… Steven Gerrard.

Quando as águas calmias, da posse de bola lenta e estéril de que temos vindo aqui a falar, tentam apoderar-se do jogo, Barella aparece e faz faísca! A qualidade técnica refinada que evidencia permite-lhe jogar em espaços reduzidos, mas é na transição que destaca … o transístor! A sua velocidade de condução fazem dele um jogador temível para explodir em espaços amplos – e daí os desequilíbrios que cria juntamente com o ala do seu lado no 3-5-2 de Conte, quando se move de dentro para fora – contudo, é no lançamento de contra-ataques que se torna imparável quando arranca, deixando os adversários para trás, quer através do drible, quer através do passe.

Neste projeto ainda andamento, há muitas vozes do Inter que teimam em fazer-se ouvir, mas a queda de popularidade da Serie A nos últimos anos, fruto da monopolização da Juve (será que termina este ano?!), bem como o facto de o emblema de Milão andar arredado das grandes noites da Champions, ofuscam alguns dos talentos que por lá militam. Para já, o semi-finalista da última Liga Europa, medalha de bronze no Mundial Sub-20 de 2017 e figura da equipa da Serie A 2018/19 e da Liga Europa 2019/20, é um dos sérios candidatos a poder ambicionar voos ainda mais altos do que o Giuseppe Meazza!

Deixo-vos agora uma pequena apresentação deste craque de 23 anos – mas cuidado: perigo de alta voltagem! ⚠️

Yaya Touré
Sobre Yaya Touré 23 artigos
Amante do treino. Pensador do jogo. 💡

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*