Lição sobre jogar de costas – O Regresso de Lukaku à Premier

“He linked up very well with Mount and Havertz. He gave something to our game so we could play very direct to their last line. He has very good in the counter attacks already.”

Tuchel, in Conferência de Imprensa pós jogo vs Arsenal sobre Lukaku

No regresso à Premier, Lukaku deu uma lição de como um avançado deve jogar de costas. É, provavelmente, o melhor avançado do mundo atualmente. Às suas capacidades condicionais incríveis como a Força e a Velocidade, alia um conjunto de capacidades técnicas como o primeiro toque ou a própria finalização que o tornam diferenciado. De costas, a baixar para deixar colegas de frente, na profundidade ou até na área, o avançado belga têm uma variabilidade de recursos que o tornam num avançado super completo.

Contra o Arsenal, fez um golo e até podia ter feito mais, mas fundamentalmente, a forma como aproximou sempre a sua equipa do último terço permitiu criar várias situações de golo. A forma como se posicionou, colado aos centrais, fez com que recebesse quase sempre de costas para a baliza adversária para posteriormente, rodar para um espaço livre ou colocar jogadores de frente para as linhas defensivas adversárias e taticamente, foi ainda, decisivo na forma como atraiu a equipa adversária no corredor central e libertava espaço nos corredores laterais para a entrada dos alas, como no primeiro golo. A sua força permite proteger a bola, mas o posicionamento do braço mais afastado foi sempre decisivo para ganhar vantagem sobre os centrais adversários.

Tudo o que Lukaku faz deverá servir como exemplo para aqueles que pretendem ser avançados de topo porque usa o corpo e o cérebro como poucos.


Rating: 1 out of 5.
Sobre Pirlo 119 artigos
Apaixonado pelo jogo e pela análise. É o pormenor que me move na procura do conhecimento. Da análise ao jogo, passando pelo treino, o Futebol é a minha grande paixão.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*