Jota… Benfica ou Celtic?

Mais do que falar de transferências, neste espaço queremos dar destaque a um jovem jogador que durante a sua formação prometia vir a ser um dos melhores jogadores portugueses da sua geração e que mesmo depois de enfrentar lesões graves, conseguiu chegar à equipa principal do Benfica.

João Filipe, ou Jota, como é conhecido, entrou na equipa principal do Benfica no ano de transição entre Rui Vitória e Bruno Lage fazendo apenas 6 jogos nessa altura. Na época seguinte iria assumir o seu espaço sem nunca ter convencido nem Bruno Lage, nem os adeptos, fazendo 28 jogos mas praticamente sempre a partir do banco e a entrar nos minutos finais das partidas. Mesmo assim, contribuiu com 2 golos e 2 assistências. Já com Jorge Jesus, acabou por sair primeiro para o Valladolid onde também não vingou e foi na segunda época de JJ, que pegou… no Celtic de Glasgow.

Hoje, a caminho dos seus 23 anos é dos jogadores mais importantes na equipa do Celtic e um dos jogadores mais acarinhados pela massa adepta escocesa.

O extremo português parece ter ganho a confiança de outros tempos e hoje não mostra receio em ir para cima dos adversários tendo ao seu dispor uma capacidade técnica bastante evoluída que lhe permite enfrentar adversários e sair do confronto vencedor e preparado para assistir ou finalizar.

Jota é um jogador com um talento que pode resolver jogos por si só, com capacidade para desequilibrar as defesas adversárias atraindo até si por vezes mais do que um oponente fazendo com que outros colegas fiquem com espaço para receber.

O que ainda não entrega é uma capacidade defensiva relevante e na sua experiência no Celtic é comum vermos o lateral do seu lado não subir tanto para compensar eventuais perdas do jovem extremo. Como qualquer jogador que brilha pelos malabarismos e decisões ousadas que toma, perde várias bolas sendo que a equipa onde se insere terá de estar sempre atenta e com uma reação à perda preparada o que necessitará de posicionamentos bem trabalhados para que Jota possa abrir o livro.

Esta época conta já com 10 golos e 8 assistências em 26 jogos pelos escoceses.

O presente plantel do Benfica terá em Everton o elemento mais parecido com Jota sendo que mesmo o brasileiro ainda procura a sua afirmação total. Numa altura em que parece que o Benfica vai novamente mudar o rumo do seu projeto desportivo para apontar para soluções internas e de baixo custo, será Jota uma possível solução para preencher o plantel da próxima época mesmo tendo em conta a opção de compra que o Celtic poderá acionar?

Sobre EdgarDavids 58 artigos
Analista de Desempenho Coletivo e Individual & Técnico de Exercício Físico.

1 Comentário

  1. o Jota, parece claro, é um jogador talentoso. está a fazer efectivamente uma excelente época no celtic, mas é preciso ser dito que o nível da liga escocesa é muito baixo. De qualquer modo, caso estivesse disponível para vir para um plantel mais competitivo (que não lhe assegura a titularidade em todos os jogos), acho que seria uma mais valia óbvia: é um ala para dar largura (coisa que o Benfica não tem) e é bastante forte no 1×1. Enquanto adepto, ficaria contente que regressasse.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*