Jogar a um toque, por João Moutinho

ALLIANZ STADIUM, TORINO, ITALY - 2021/03/24: Joao Moutinho of Portugal looks on during the FIFA World Cup 2022 Qualifiers match between Portugal and Azerbaijan. Portugal wins 1-0 over Azerbaijan. (Photo by Marco Canoniero/LightRocket via Getty Images)

Aos 35 anos de idade, João Moutinho é um médio indiscutível tanto no Wolverhampton como na seleção nacional. A sua qualidade de passe faz com todo o jogo da equipa seja pautado ao ritmo de Moutinho. Sejam passes curtos ou longos, a eficácia do médio internacional português é incrível.

No último jogo, João Moutinho jogou os 90 minutos e completou com uma eficácia de passe de 95% e no penúltimo atingiu os 99%! Tendo em conta que joga num dos campeonatos mais competitivos do mundo, onde tem de fazer muitos quilómetros por jogo e onde assume um papel de pendulo do sistema de Bruno Lage, seria normal que o desgaste viesse à tona, mas a verdade é que parece estar numa forma de quem ainda está muito longe do fim de carreira.

Outro dos aspectos que sobressaem nas exibições de João Moutinho é a sua capacidade de receber e soltar rápido. Grande parte das vezes a dois ou três toques, mas a quantidade elevada de passes a um toque feita por João Moutinho é enorme. Se aliarmos a isso a eficácia de passe entre 90 a 99% é impressionante.

Bruno Lage tem o seu sistema assente nos pilares do meio campo. João Moutinho, Ruben Neves e Dendoncker suportam a equipa e garantem a consistência e solidez da equipa. Contudo é João Moutinho que assume o papel de pautar o jogo, controlar ritmos, descobrir espaços.

É um dos ídolos dos adeptos do Wolves e certamente é um dos jogadores em quem Fernando Santos irá deixar um papel importante na transição para uma nova geração na Seleção Nacional.

Sobre EdgarDavids 58 artigos
Analista de Desempenho Coletivo e Individual & Técnico de Exercício Físico.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*