Mais e Menos da Semana

white corner field line on artificial green grass of soccer field

MAIS

Aimar e Saviola

A exuberância de Di Maria e a capacidade finalizadora de Cardozo, até podem ser a face mais visível de tanto caudal ofensivo. Porém, é nas botas de Aimar e Saviola que tudo nasce. São de outra realidade. Extraordinária capacidade técnica e essencialmente táctica (na vertente da boa tomada de decisões. Os timings para prender, ou para soltar e para quem soltar a bola, são perfeitos). Os ataques rápidos conduzidos pelos argentinos são de uma qualidade incrível. Que prazer retiram do jogo, quando estão juntos…

MENOS

Domingos Paciência

Com as criticas proferidas a Jorge Jesus, percebeu-se que não entendia a realidade que encontrou. Não reparou que o ponto mais forte do Sp. Braga era o seu colectivo. Tal facto, para um treinador, deveria ser, no mínimo, confrangedor. Depois de na época transacta, ter vencido a Intertoto, depois de ter jogado de igual para igual, em Itália, com o poderoso AC Milan e no AXA com o campeão alemão, depois de ter vulgarizado uma equipa inglesa e de ter eliminado o campeão belga, o Sp Braga está a um pequeno passo de ser eliminado, ainda na pré-eliminatória, por uma qualquer equipa sueca.

Aguarda-se, com expectativa, o percurso na Liga.

MAIS OU MENOS

Colectivo do FC Porto

Em termos defensivos (apesar de um ou outro deslize pontual), o FC Porto denota um nível bastante elevado. Há boas individualidades (ainda que seja determinante que Bruno Alves não saia), e bons princípios colectivos. Porém, o processo ofensivo, à data, carece de boas combinações ofensivas, de boas soluções colectivas. Chegar ao golo é uma tarefa de todos (dos onze!) e não de dois ou três. Garantindo que Hulk, impressiona mais os adeptos que os treinadores, Jesualdo Ferreira demonstra perceber o que há para mudar. Como treinador competente que é, acabará, provavelmente, por conseguir criar uma ideia colectiva, que não existe (desde a partida de Lucho e Lisandro), para o ataque. Não o fazendo, Hulk até poderá ser vendido por 40M. Chegar aos troféus é que será mais complicado.

Paolo Maldini
Sobre Paolo Maldini 2366 artigos
Criador do Lateral Esquerdo, é também professor no Estádio Universitário de Lisboa. Treinador de futebol, tendo almejado diversos titulos nacionais. Experiência como coordenador de futebol formação e palestrante em diversas Faculdades de Desporto. Autor do livro "Construir uma equipa campeã" da editora PrimeBooks.

2 comentários em Mais e Menos da Semana

  1. PB…Aimar e Saviola são de facto de outra realidade. A mim diverte-me mais ver estes dois jogar que o meu Sporting. E isto é que me fo%& no Paulo Bento…é o chamado anti-tesão do futebol…tira a alegria de ver um jogo de futebol…

  2. Ver Aimar e Saviola é um prazer. Os dois entendem-se às mil maravilhas e grande parte do que o Benfica fará de bom esta época advirá desta sociedade. Aliás, já era tempo das pessoas começarem a olhar para estas pequenas sociedades entre dois ou três jogadores dentro de uma equipa para perceber coisas. A forma como eles se entendem confere ao colectivo uma arma extraordinária. O ano passado, por exemplo, a maior arma ofensiva do Porto foi a sociedade entre Lucho e Lisandro. Se olharmos para o Barcelona, a ideia parece ser a de formar sociedades deste tipo a todo o instante, em que um jogador confia no colega a 100%. Há quem se divirta sozinho, a fazer malabarismos com a bola ou a tentar resolver as coisas por si. Aimar e Saviola divertem-se a trocar a bola entre eles e percebem que, ao fazê-lo, resolvem coisas que sozinhos nunca resolveriam.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*