Paco Alcácer

Desde as primeiras aparições, ainda muito jovem, no Valência, que se percebia o destino de Alcácer.

Produto de uma escola de futebol que tanta primazia dá aos talentosos, aos que interpretam e decidem tudo, sem soltar uma bola sem uma ideia, Paco chega onde se sabia que chegaria.

A concorrência é demasiada. Todavia, há imensos jogos e toda aquela qualidade técnica, capacidade de decisão com bola, seja temporizando, ou acelerando no momento oportuno,aliado a um invulgar conhecimento da posição na movimentação acabará por conquistar o seu espaço numa equipa que tem muito do que é a sua imagem no campo. Categoria. Paciência. Decisão. Criatividade e Técnica.

Marco Van Basten
Sobre Marco Van Basten 85 artigos
Licenciado em Desporto, treinador Uefa Pro pela FA. Desde cedo partiu para terras de sua majestade. Experiência como professor e treinador numa Academia no Reino Unido.

4 comentários em Paco Alcácer

  1. Van Basten, sugerir que o Ronaldo português se habilita sequer a um lugar de destaque entre os melhores de sempre é um insulto a tudo. Há dias vi uma citação maravilhosa que não tem nada a ver com Paco Fortes nem com Alcácer, nem com o fervor de D. Sebastião que levou uma Nação à ruína motivado pelo desejo de ir para o Norte de África fazer figuras tristes. “A Grande Fortaleza”. Anteontem (acho que foi) passaram 47 anos sobre o nascimento de Gary Speed, alguém cuja vida como sabes, muito melhor do que eu, se viu ceifada pelo próprio demasiado cedo para alguém a quem a sua família, amigos, clubes por onde passou e Gales muito deve. Tu conheces Gales. Eu não. E quando vais a Gales vês nas montanhas e na paisagem as estátuas erguidas a Gary Speed. Sem qualquer exagero, Ryan Giggs por exemplo nunca teve na selecção Galesa (selecção, só aí) uma influência muito grande. Gary Speed já teve. A citação lê-se como mostro: “We can’t replace Gary Speed. Where do you get an experienced player like him with a left foot and a head?” — B. Robson, quando algumas pessoas diziam que G. Speed já não tinha muita pedalada. Pé esquerdo e uma cabeça: quantas vezes mais foi Rivaldo melhor, incomparavelmente melhor como daqui a Plutão do que o Ronaldo português? Sugerir que o Ronaldo português se habilita sequer a um lugar de destaque entre os melhores de sempre é um insulto a tudo, até ao bom Paco Alcácer porque se ele exibe “categoria, paciência, decisão, criatividade e técnica”, então o negócio está fechado e nem é preciso ver. Vai-te a eles Van Basten.

    O município de Chaves está na sua totalidade contigo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*