Segurar Ronaldo e Bale, e deixar fugir Gil Dias e Rúben Ribeiro

Como é possível, perguntar-se-ão alguns milhões.

Tem tudo a ver com o que é colectivo. Bastante mais do que com o individual. Ainda que Bruno César e Schelloto tantas vezes tenham ficado mal na “fotografia”.

Mas afinal, que diferenças no posicionamento colectivo?

Jorge Jesus referiu a dificuldade da primeira e segunda linha para impedirem o Rio Ave de construir. Passou tudo por ai, mas não tanto pela incompetência sem bola das linhas. A grande diferença colectiva passou pelo posicionamento em profundidade da primeira e segunda linha. Pedidos pelo treinador. Enquanto que em Madrid o bloco juntava-se todo a partir do grande círculo, em Vila do Conde, aos avançados era pedido que começassem a defender logo à saída da área adversária. Vinte metros mais à frente. A segunda linha, a dos centrocampistas e alas, também substancialmente mais adiantada, e a última linha sem poder ficar sempre alto a todo o instante. Obrigada a descer metros quando o Rio Ave conseguia ter bola a meio do seu próprio meio campo (insustentável para os defesas leoninos permanecer na linha do meio campo quando tal sucedia).

Equipa a estender-se bastante mais no relvado. Espaço a aumentar. E ao contrário do referido por Jesus, nem se pode falar de falta de timmings ou incapacidade para pressionar. O que tantas vezes sucedeu foi que pressionado, o Rio Ave quando jogava directo na frente, fazia-o com critério. Tirava a bola da zona de Coates, e tentava tirar de Semedo também. Ganhava segundas bolas nas costas de 6 jogadores do Sporting. E com Sporting estendido no relvado em profundidade, depois de cada bola que entrava no bloco leonino (longa ou não), tantos eram os metros para trás que todos tinham de fazer para recuperar e entrar na situação de jogo.

A zona definida para pressionar, deixou mais espaço entre sectores. E foi essa opção que permitiu que Gil Dias ou Rúben Ribeiro tivessem tempo e espaço para enquadrar. A bola entrou mais vezes dentro do bloco leonino, e com o portador com mais espaço.

Em suma, Gil Dias e Rúben não tiveram performances mais felizes que Bale ou Ronaldo. Apenas beneficiaram do facto da sua equipa lhes ter dado mais bola e em condições mais vantajosas (enquadrados e com menos oposição e mais espaço!) que os madrilenos. E tudo relacionado com opções sobre a que profundidade iniciar o pressing.
Ps: Já votou ontem? Pode votar novamente hoje no Lateral Esquerdo para o #blogsdoano. A cada um é permitido um voto em 24 horas, totalizam 30 votos até ao final da votação.

 

Paolo Maldini
Sobre Paolo Maldini 2364 artigos
Criador do Lateral Esquerdo, é também professor no Estádio Universitário de Lisboa. Treinador de futebol, tendo almejado diversos titulos nacionais. Experiência como coordenador de futebol formação e palestrante em diversas Faculdades de Desporto. Autor do livro "Construir uma equipa campeã" da editora PrimeBooks.

18 comentários em Segurar Ronaldo e Bale, e deixar fugir Gil Dias e Rúben Ribeiro

  1. Mas a questão que coloco é esta: aconteceria com Bryan Ruiz, Bruno César e Bas Dost (ou sobretudo Slimani) na primeira linha? Eu creio que dificilmente seria assim. Por isso acho que não teve tanto a ver com o posicionamento da primeira linha na profundidade mas com a incapacidade destes jogadores (Campbell, Alan Ruiz e André) para saberem que comportamento deverão ter naquela profundidade. Pelo menos por enquanto.

    • o que foi explicado foi exatamente isso, não foi por mudar os nomes que defenderam como defenderam, foi por mudar a forma de defender. o JJ tem destas coisas de menosprezar alguns adversários tacticamente e saiu-se mal, quem não “mudou o chip” como ele refere algumas vezes não foram os jogadores, foi ele, achou que depois de um jogo razoável em madrid (contra uma das equipas grandes da europa mais fraca tacticamente), ia a Vila do Conde dar um passeio.

  2. nao vejo um factor,mas sim varios,desgaste da champions,rio ave e sim jogadores que entraram ainda nao estão identificados com o modelo,normal estao cá a um mês,dp de um jogo que foram levados ao limite em Madrid principalmente na concentração,jesus devia ter gerido de maneira diferente,como nao faço a minima ideia,mas parece me que ele tbem nao…

  3. Jorge Jesus na flash-interview relacionou os problemas das 1ª e 2ª linhas (referiu as duas, não somente o trio da frente) com o 11. “Teria mudado alguma coisa se soubesse que isto ia acontecer”, “Sim, teria feito o que fiz ao intervalo”, referindo-se aos dois jogadores que tirou do jogo. Tal como para qualquer outro treinador, de qualquer equipa, independentemente do jogo, as estratégias que concebem antes das partidas são sempre vencedoras. Sempre. É por isso normal que exista dificuldade em reflectir (reconhecendo publicamente, ou não) os seus próprios erros.

    É possível que aos erros de estratégia que o PB refere, JJ também se tivesse visto surpreendido pelo Rio Ave. É possível que não estivesse à espera, do outro lado, duma equipa bem preparada.

    Mas as dificuldades serão muito maiores daqui a um par de meses porque o jogo com o Benfica terá muita importância. Pelo meio duma recepção ao Vitória, Nacional, Bessa e Benfica fora-de-casa, os 3 jogos fora-de-casa e logo a seguir à Luz, recepção ao Braga. Pelo meio jogos da LC. A deslocação a Varsóvia é salvo erro 4 dias antes da ida à Luz. E mesma coisa para Novembro, em relação a outros desafios. O Benfica no ano passado perdeu por exemplo 3 pontos com o FCP, em casa, mas o normal será vencer todos os jogos na Luz, com a equipa que tem, jogando em casa, todos, com excepção – espero – ao jogo com o Sporting. Significará tal que caso o SLB perca poucos pontos fora de casa (seguro que os perderá, tal como o Sporting), o Sporting pode em princípio dobrar a 1ª volta com 5 ou mais pontos de desvantagem para o 1º, já que o derby é na Luz.

    Mais de 5 pontos, sinto, e 78% do campeonato fica entregue. Poderá o Sporting vencer na Luz e dobrar a 1ª volta com 2 ou 3 de vantagem sobre o SLB? Pode mas é pouco provável que o faça.

  4. Já agora sobre o SCP ter sido surpreendido (JJ, não o SCP) pelo Rio Ave. Não tinha razão para tal. Rio Ave empatou em Braga e somava já 2 vitórias fora de portas. 7 pontos para uma equipa com um treinador novo. Não estou a insinuar que JJ desprezou o Rio Ave. Digo apenas que caso o tenha feito um olhar pela tabela teria sido suficiente para evitá-lo. Mas também como ele diz: não podendo repetir o 11, aqueles jogadores tinham de entrar. Má estratégia e um plantel de trampa, olhado o orçamento. Olhado o orçamento (dinheiro que se gasta). Há 3 ou 4 anos o SC Braga teve plantéis iguais ou superiores a este, se lhe retirarmos o Markovic e o William, qd o Markovic nem é nosso. Tal como se disse (eu, pelo menos) se o SCP nem com Jorge Jesus conseguir ser campeão não existirá buraco suficientemente grande para os responsáveis do Sporting se esconderem. Mas como têm muito pouca ou nenhuma vergonha tb não serão capazes de perceber o que fizeram de errado.

  5. Basta ver os comunicados do Carvalho onde apela à “união” e “combate à descrença” quando eu não vejo ninguém descrente. Aos primeiros revezes, pelo contrário, ele é basicamente o único que se mostra agitado e receoso e é por isso que faz os comunicados parolos. Do que tem ele medo gostava eu de saber o que é. “Estaremos juntos até à morte”, “perdemos aqui hoje mas seremos sempre o Rei da Selva”, tristeza. Mau demais até para um pastor da IURD …

  6. JJ a quem se apontam tantas falhas de comunicação dá 10-0 ao Carvalho a dormir. Ao menos o JJ fala com propriedade pq se o Sporting anda a disputar títulos é por causa dele e só por causa dele.

    • Não sei… Mas já reparaste que aqui discute-se futebol e não “política”?
      Guarda lá isso para o blogue onde és editor e outros que tais.

      Falando do jogo,

      Acho que esse modo que JJ quis adoptar não resultou, mas a verdade é que sempre que o Rio Ave tentou atacar organizado, o André, Alan e o Campbell pouco ou nenhuma ajuda davam aos restantes.

      • Sim Vasco, já reparei há muitos anos que aqui se fala de futebol. Experimenta um dia, pode ser que gostes. E podes fazê-lo com comentários vazios de conteúdo, como é teu hábito, será sempre melhor do que seres ridículo dizendo-me aquilo de que devo ou não falar … A mim ou qualquer outra pessoa 🙂

        E não é “política”. Eu sei que zombies como tu gostam de viver com a cabeça bem enterrada na areia mas o Carvalho é director desportivo do Sporting. Não é um boneco de cristal, nem ele precisa da tuas tentativas parolas de censura, Vasquinho. É por causa de imbecis como tu que o Sporting leva a vida que se conhece. Há décadas.

        • Vasco?

          Não deixes o copo não não…..Já falei e gostei, sobretudo porque e, fazendo a aqui a minha parte de JJ, sei mais dele num dedo que tu no corpo inteiro.

          Quanto ao ridiculo: não tenho resposta, nem quero ter para tal, os teus comentários num blog dirigido por treinadores, onde tentam ensinar e ajudar a perceber o jogo, deixam bem essa indicação sobre ti. Tenho pena que não aceites o meu conselho e insistas em ser.

          “E não é “política”. Eu sei que zombies como tu gostam de viver com a cabeça bem enterrada na areia mas o Carvalho é director desportivo do Sporting. Não é um boneco de cristal, nem ele precisa da tuas tentativas parolas de censura, Vasquinho. É por causa de imbecis como tu que o Sporting leva a vida que se conhece. Há décadas.”

          Estou-me pouco lixando para o que achas que BdC é ou deixa de ser…sobretudo em blogs como este ou como posse de bola, dominio tactico, futebol tactico, etc….

          Quando quiser o que ele é ou não é,quando tiver duvidas, quiser esclarecimentos ou mudanças, dirigo-me a uma AG e questiono o que tenho a questionar! Sabes, é ai que as pessoas que não vivem na lua e têm noção do sitio onde estão, o que claramente não se adequa a ti, levam as questões e discutem o que deve ser discutido.

          Arrisco-me mesmo a dizer que é por causa de idiotas como tu que o SCP leva a vida que leva…aqueles idiotas que independentemente de ter o A, B o C como presidente, independemente do trabalho ser bom, muito bom, ou mau, nunca ficam satisfeitos e,não obstante isso, nada fazem para o mudar ou sequer discutem o que deve ser alterado.

          Já te dei o meu conselho e volto a discutir apenas futebol aqui no blog, espero agora que quem aqui mande te peça o mesmo…existe quem goste de comentar, falar e discutir futebol com os editores, e não tenha que ser obrigado a levar com a tua diarreia mental…que deves guardar para ti, para quem goste de te ler no blog que editas ou similares.

          Vasquinho?
          É um nome interessante, dá ares de realeza! Felizmente não é o meu.

          Grande abraço e as melhoras.

          • Não sei o que é mais ridículo Vasquinho,

            . imaginares que falas em nome dos autores deste, ou doutros, blogues.
            . sentires-te no direito de interpelar alguém sobre aquilo que deverá, ou não, comentar.
            . quereres passar a ideia que o teu comentário demonstrou preocupação com o LE, quando a única coisa que o motivou foi alguém ter mencionado o nome do teu mais-que-tudo.

            “Já te dei o meu conselho e volto a discutir apenas futebol aqui no blog, espero agora que quem aqui mande te peça o mesmo…existe quem goste de comentar, falar e discutir futebol com os editores, e não tenha que ser obrigado a levar com a tua diarreia mental…que deves guardar para ti, para quem goste de te ler no blog que editas ou similares.”

            Comenta e discute lá o que quiseres, imbecil, aqui ou noutro sítio qualquer. Mas não te atrevas a sugerir-me aquilo que eu devo / posso ou não comentar. Está claro imbecil de merda? Espero que esteja.

  7. Mas o Sporting jogou de maneira diferente do que costuma fazer noutros jogos do campeonato? Se sim, qual a diferenca? E se nao entao o que falhou desta vez?

  8. JJ exigiu demais dos que vinham da Champions – fadiga – e dos novos reforços – compreensão do sistema. Errou.

    Será tão difícil de entender?

  9. Calma jovem….

    Estas muito nervoso, de mais até para o teu coeficiente de inteligência. Eu não falo em nome de ninguém, falo em nome do meu e tenho a certeza em nome dos demais que aqui vêm para falar de futebol e não ler os teus fetiches com homens de barba…que aliás tem tanto de meu querido como teu! Mas o facto de achares que sabes ou não sabes quem sou e o que sou apenas demonstra o quanto fraco de espírito e inteligência és.

    Portanto volto a dar um conselho pelo última vez, e olha que geralmente cobro, ganha consciência da tua idiotice e olha ao “redor”, aqui neste blogue discute-se o jogo, a tua qualidade dos seus intérpretes, não a qualidade de presidentes ou o ressabiamento que tens contra o actual, passados ou futuros presidentes do Sporting, Benfica ou seja qual for o clube. Existem locais indicados para isso, oficiais, não oficiais e até na blogosfera.

    Espero que ao menos aches que me chamo Vasco Maria, sempre dá ares de realeza, que felizmente não tenho.

    Grande abraço e sente-te à vontade para comentar, descomentar, o que quiseres…. Da minha parte opto por seguir: não discutas com um idiota, ele vai levar-te ao seu nível…..falar com quem ainda não atingiu a maioridade não é para mim.

  10. Ninguém está nervoso, imbecil. E ainda bem que te arrependeste de ter começado a conversa – pode ser que aprendas. Reduz-te à tua insignificância e não procures dizer aos outros aquilo que devem ou não comentar. Não és provedor da caixa de comentários do LE.

    Agora mete-te no caralho e vai dar um beijinho à tua mãe, “jovem”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*