“MarsBet”

Desequilibrar logo desde trás

FUTEBOL - lindelof no benfica Nacional no jogo da 3 fase, 1 jornada do grupo B da Taca da liga no estadio da Luz em Lisboa Terca 29 de Dezembro 2015. (ASF/ANDRE ALVES)

Já não é a primeira vez que o refiro neste espaço.

Com Nélson, Grimaldo e Lindelof, o SL Benfica tem garantia de uma construção de incrível qualidade. Muito fácil ligar as fases ofensivas, pela enorme qualidade técnica e de decisão dos seus jogadores mais recuados. E nos dias de hoje, quão importante é ter jogadores na rectaguarda que se sintam confortáveis com bola. Afinal, são sempre quem mais bola tem ao longo das partidas. Não só se sentem confortáveis, como é ali onde começam os desequilibrios da equipa encarnada. A bola não precisa de entrar no jogador X ou Y no sector médio ou ofensivo para que se desenhe ofensivamente a dinâmica da equipa de Rui Vitória. Cada início de ataque pode sempre ser prometedor porque quando a bola encontra Grimaldo, Nélson ou Lindelof, o Benfica estará sempre preparado para iniciar desequilibrios, eliminando adversários e linhas da jogada.

Lindelof é um dos mais incríveis defesas centrais que tem pisado os relvados portugueses.

Quando retornarem Jonas e Rafa, quando Zivkovic entrar… quanto promete o Benfica da presente época!

Paolo Maldini
Sobre Paolo Maldini 2862 artigos
Creator of the "Lateral Esquerdo", is also a teacher at the University Stadium in Lisbon. Soccer coach, having conquered several national titles in Portugal. Experience as soccer coordinator, and lecturer at various Sports Universities. Author of the book "Build a champion team" from the publisher PrimeBooks.

10 comentários em Desequilibrar logo desde trás

  1. Concordo a 100%, ainda não consegui perceber como o jogo do SLB tem sido tão fraco, quando a nível de individualidades a diferença é gritante para as outras equipas. O RV ainda não me convenceu, mas com tanto potencial, é difícil não se jogar melhor do que tem sido feito até agora.

    Mesmo com as lesões, ainda existem imensas soluções.

    Estou com curiosidade para ver como irá conciliar: Danilo, Horta, Pizzi, Rafa, Jonas, Carrilo, Zivkovic, Mitroglou, Jimenez, Guedes, Cervi, Salvio. Nem sei como conciliar tanto talento no onze.

    • E atenção que deixei de fora os visados neste post, Semedo, Lindelof e Grimaldo (que delícia é ver o Grimaldo a jogar).

      Já agora o que acham do Pedro Rodrigues e do João Carvalho? A meu ver meninos com muito potencial.

    • normal.. é o central tacticamente mais diferenciado da Liga…

      Não é a questão de ter mais ou menos técnica… mais ou menos pés.. que outros centrais fortes da Liga, mas é o que consegue perceber os momentos e espaços de uma forma diferente, que faz muita diferença de forma simples.

      E é por esse aspecto principalmente que é olhado e bem por equipas de fora… porque a formação de Lateral deu-lhe algo especial que foi complementado com 2 a 3 anos a médio defensivo( ganhar a vontade com bola).

      No resto nem sequer é um jogador fora de normal.. é “bom” digamos. Mas só facto de ter aquilo que disse em cima, juntando as outras boas qualidades ( não se destacando) faz dele alvo apetecível.. principalmente para equipas TOP.

      Lindelof vai se destacar mais numa equipa TOP… do que em equipas medias ou até no Benfica.

  2. O Nelson está a crescer de jogo para jogo. Pode ser um caso sério. Os milhões do estrangeiro são tentadores mas esta e mais outra época no SLB faziam-lhe muito bem. Lindelof é muito bom e tem essa capacidade de jogar com a bola nos pés mas ontem cometeu alguns erros não muito frequentes, felizmente.
    Já agora, o que seria se Fejsa fosse um pouco mais Matic com bola? 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*