“MarsBet”

O que separa os bons dos génios. Isco.

Há um sem número de expressões ou ideias que por se aplicarem como as melhores decisões na larga maioria das ocasiões, são demasiadas vezes tidas como certas, como verdades absolutas e sempre como as melhores decisões.

O que separa os bons jogadores dos jogadores geniais, é pois a forma como os geniais para além de nas setenta ou oitenta por cento das vezes decidirem e executarem o que todos idealizam como o mais correcto, têm a capacidade para em outras ocasiões decidirem fora da caixa. Parecendo contrariar o que é tido como sempre certo, mas sempre garantindo o engano da oposição, acabando por fazer beneficiar posteriormente da decisão tomada.

Num pequeno recorte de um jogador genial, a ideia que se pretende passar. Recepção sempre para a frente para “fugir” da oposição? Pois claro que quase sempre. Os génios, são os que depois têm capacidade para brincar um pouco com os adversários. O primeiro toque de Isco na recepção, fugindo ao habitual, é o que lhe permite ganhar vantagem sobre os adversários que caindo no engodo de que irá fixar o corpo e pausar o jogo, não retomam a sua posição defensiva, mas então vão tentar morder. Travou opositores, chamando-os a si com o seu primeiro toque e no segundo então, saiu…

Rodrigo Castro
Sobre Rodrigo Castro 82 artigos
Rodrigo Castro, um dos fundadores do Lateral Esquerdo. Licenciado em Ed física e desporto, com especialização em treino de desportos colectivos, pôs graduação em reabilitação cardíaca e em marketing do desporto, em Portugal com percurso ligado ao ensino básico e secundario, treino de futsal, futebol e basquetebol, experiência como director técnico de uma Academia. Desde 2013 em Londres onde desempenhou as funções de personal trainer ligado à reabilitação e rendimento de atletas. Treinador UEFA A.

2 comentários em O que separa os bons dos génios. Isco.

  1. Deco, Deco, Deco 🙂 este estilo foi visivel no antigo 10 do porto durante épocas a fio, capaz de levar qlqr defesa à loucura!
    o Isco cada vez assume melhor a sua falsa lentidao e assim ganha vantagem sobre os velocistas da equipa (hello Bale?)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*