Mais e Menos da Semana

white corner field line on artificial green grass of soccer field

MAIS

Liedson

É um jogador fabuloso na grande área. Mas, só na grande área. Liedson é jogador de um único toque. De finalização. É à largos anos, o melhor cabeceador do futebol português. Bem servido, é letal. Percebesse Liedson as suas limitações (abstraindo-se de participar na fase de criação, onde prende e perde em demasia a bola, e preocupando-se em jogar mais simples e mais rápido) e teria tido, seguramente, oportunidade de experimentar Ligas mais competitivas.
O seu golo manteve uma ténue esperança, de apuramento.

MENOS

Carlos Queiróz

Facilmente se percebia que após a saída de Scolari, a selecção nacional, então de todos nós, voltaria a ser somente de três ou quatro.
No trabalho de Carlos Queiróz, tudo é negativo. Desde a constante mutação nas opções (e quão ridículas têm sido), que tem impedido a equipa de criar a desejada identidade colectiva, à incapacidade para perceber o que não está bem. A falta de coragem (para utilizar Liedson a tempo inteiro) é apenas mais uma das habituais Queirozices.

MAIS OU MENOS

Keirisson

Estreou-se a marcar, em mais um troféu de pré-época vencido pelo SL Benfica. Jogador de estatuto elevado (15 Milhões pagou o Barcelona pela sua contratação), tem encontrado dificuldades para demonstrar qualidade. Pelo pouco tempo que tem de competição, compreende-se. Ainda assim, e até à data, não tem correspondido à elevada expectativa. A rever.

Paolo Maldini
Sobre Paolo Maldini 2355 artigos
Criador do Lateral Esquerdo, é também professor no Estádio Universitário de Lisboa. Treinador de futebol, tendo almejado diversos titulos nacionais. Experiência como coordenador de futebol formação e palestrante em diversas Faculdades de Desporto. Autor do livro "Construir uma equipa campeã" da editora PrimeBooks.

3 comentários em Mais e Menos da Semana

  1. Desilusão, é o unico sentimento que os portugueses devem ter. Podia se comentar várias falhas do Queiroz, talvez desse para escrever um livro, mas vou apenas enumerar duas.
    1ª – Tendo um lateral (fantástico) como Bosingwa, extremamente ofensivo, sem desfalcar muito a defesa, falhando apenas em aspectos mais técnicos, acho que a melhor aposta seria, não havendo laterais esquerdo, por um central naquela posição. Todas as equipas quando nao tem um lateral, metem um central. Agora um extremo?
    Quando não há trincos, apesar de eu achar que o Veloso está em grande forma, era suposto colocar um médio de caracteristicas mais ofensivas, para haver qualidade na transição defesa-ataque, a situacao Portugal iria se sempre encontrar, mas agora colocar um central? ainda por cima o pepe? ali pede se mais que bola para a frente
    2º – Liedson e Nuno Gomes no banco. Joga Ronaldo e Simão. Ronaldo o jogador mais overrated de sempre e que falha SEMPRE nos momentos decisivos. Coloca-lo a ponta de lança entao e um crime, sendo a sua unica arma, poder de explosão. Ja o simao, deveriam perceber que jogos pela seleccao nunca foi o seu forte, ainda por cima havendo um Nani em tao boa forma. Mas o pior de tudo, e que os golos estavam no banco..

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*