Hulk. O herói da pequenada.

white corner field line on artificial green grass of soccer field

Hulk

Sete ou oito golos (se preferir, acrescente “espantosos”, antes do “golos”) por época, jamais justificarão dez a quinze perdas de bola por jogo.

P.S. – Clubite (comentário no último post) é não perceber que quem, num jogo de futebol, só tem soluções individuais para oferecer à sua equipa, jamais terá o nível de tantos outros.

E é tudo.

Paolo Maldini
Sobre Paolo Maldini 2348 artigos
Criador do Lateral Esquerdo, é também professor no Estádio Universitário de Lisboa. Treinador de futebol, tendo almejado diversos titulos nacionais. Experiência como coordenador de futebol formação e palestrante em diversas Faculdades de Desporto. Autor do livro "Construir uma equipa campeã" da editora PrimeBooks.

21 comentários em Hulk. O herói da pequenada.

  1. Sou adepto do Porto e …bem… dou-lhe toda a razão ao autor! Além disso, o Hulk tem tiques de vedeta (faz lembrar o Quaresma) e com aquela postura de "coitadinho" não vai a lado nenhum (mais uma simulação a estragar uma provável jogada perigosa). hulk de fora e o Porto faz os seus melhores jogos, ele volta e o Porto perde (não marcando). Para mim, banco com ele!

    E não sei qual é a do Jesualdo de tirar o Belluschi da equipa (2 jogos sem ele 2 derrotas)… o jogador mais criativo e que melhor decide na minha opinião naquele meio campo do Porto! No ataque, jogaria com Falcão Rodriguez e Varela.

    Há quanto tempo o Hulk não marca um golo? (em jogos oficiais e sem contar com grandes penalidades)

  2. Não percebo esta perseguição a um jogador que está no início da sua segunda época na Europa.
    Basta ver os golos em que esteve envolvido contra o Leixões para ver que o Hulk é um jogador com potencial para ser bem mais que apenas soluções individuais.

  3. Apos os primeiros jogos de Hulk, la vieram os blogueiros para quem no futebol tudo se resume a inteligencia(é importante mas está empolada nestes blogs), asseverar a sua inutilidade como profissional da bola, naquele momento e no futuro. Isto porque Hulk representa aquilo que mais odeiam: um jogador muito dotado fisica e tecnicamente, mas ingenuo(como se isso nao se pudesse alterar).

    Depois, quando Hulk explodiu, calados que nem ratos.

    E agora, numa má fase, o tipico oportunismo.

    Hulk tem muito que evoluir? Sem duvida que sim.
    Ainda toma muitas más decisoes? Sem duvida que sim.

    E no entanto,todos sabemos que é o jogador mais desequilibrante do futebol portugues e o jogador com mais potencial, para se afirmar num gigante europeu. E nao sou eu que o digo…sao treinadores, sao ex-jogadores, sao personalidades do futebol que vao desde Ferguson a Maradona.

    A suposta falta de inteligencia, nao passa de uma ma avaliaçao de Hulk das suas proprias capacidades. Ele é sem duvida muito forte como desequilibrador, mas nao tao forte como ele proprio pensa(julga-se mesmo um super-heroi). Sempre que Hulk está mais preocupado, em jogar colectivamente, mostra que tem capacidade para o fazer. Tem alguma qualidade de passe, consegue interpretar bem as desmarcaçoes dos colegas,etc. O problema é apenas, ele estar predisposto a isso, nao por incapacidade. E atrás dos primeiros erros, vem uma ansiedade que tambem o afecta, e prossegue na tentativa de resolver individualmente, mas menos confiante, acumula ainda mais erros.

    Por isso, analisando o porquê desta fase má de Hulk, e avaliando as suas capacidades e o porquê de ele nao as aproveitar como devia, facil é entender que será questao de tempo(é jovem, mas principalmente, chegou ha muito pouco tempo ao futebol europeu), até vermos um Hulk muito perto do seu potencial. E esse Hulk meninos, esse Hulk infelizmente, nao vai ser para este campeonato. Nem para a critica mesquinha destes blogueiros.

  4. O Hulk vale pela sua individualidade. O problema é que isso torna o seu rendimento dependente de como o adversário defende. Se, como metade das equipas do nosso campeonato, as defesas contrárias tiverem poucas preocupações com a zona e com coberturas defensivas, o Hulk pode fazer estragos. Reforço o "pode". Contra equipas que defendam à zona e em que os elementos defensivos estejam uns perto dos outros, o futebol do Hulk é praticamente sempre inconsequente e, por isso, prejudicial à manobra colectiva. É por isso que ainda não fez um jogo de jeito na Europa e é por isso que tem dificuldades em aparecer sempre que joga contra equipas mais competentes a defender. O ano passado, contra o Benfica, por exemplo. Ontem, então, foi evidente. E o Braga nem sempre foi consistente a defender e o Hulk ainda apanhou muitas vezes o cepo do João Pereira.

    Dito isto, o Porto, estando tão dependente de Hulk, terá bastantes dificuldades este ano. Se acrescentarmos a isto que Varela parece ter a preferência de Jesualdo em relação a Mariano e Belluschi, o único jogador do meio-campo capaz de conferir alguma criatividade à equipa, parece pouco apreciado, temos que o Porto, neste momento, é uma equipa quase acéfala. A sua força reside na mecanização dos movimentos, mas falta-lhe inventividade, espontaneidade, faltam-lhe ideias novas, competência para modificar o padrão do jogo. Por isso, o Porto está cada vez mais dependente da fase de transição. Se acrescentarmos a isto que nem o pressing (uma das maiores armas dos últimos anos) parece estar minimamente afinado, temos uma equipa envergonhada, que em grande parte do jogo com o Braga não foi capaz de ter a bola. O Braga nem sequer fez um jogo brilhante e podia bem ter optado por jogar mais curto, por ter mais bola, por circular o esférico pelos seus jogadores como já o fez este campeonato. Mesmo não o fazendo bem, foi superior ao Porto pelo simples facto de ter conseguido anular, sem grandes dificuldades, as transições portistas. O golo é ao acaso, mas colocou justiça no resultado.

  5. Pessoalmente não gosto do Hulk. Um jogador não é bom porque tem dois ou três pormenores interessantes durante um jogo e depois faz 13 ou 14 asneiras e passes errados. Na maior parte das vezes faz o contrário do que devia. Quando deve chutar, passa e quando deve assistir um companheiro opta por fazer tudo sozinho e perde a bola. Tem muito que aprender.

    Neste momento prejudica mais a equipa do Porto do que aquilo que ajuda. Mas com o actual treinador, Hulk tem lugar cativo no onze inicial do FC Porto.

  6. Estou a gostar do rumo da discussão. Para mim, que sigo há pouco tempo, apesar de ter lido muitos posts para trás, começou essencialmente com a apreciação, não digo crítica, porque não acho que tenha sido, ao Liedson. Já aqui vi coisas que não sabia, mas com que concordo, sobretudo agora, depois de bem explicadas nos vários posts. Posto isto, acho que sim, que avaliam muito bem o papel dos jogadores. Sendo certo que o avançado e o golo são o tempêro do jogo, gostaria que avaliassem também outras posições do jogo, menos «efusivas», como defesa central, LATERAL-ESQUERDO, eheheh, ou até direito, guarda-redes, como agora o suposto caso do Moreira e a renovação, ou a não utilização dos miúdos, Sidnei e Miguel Vitor, para a qual eu tenho uma opinião, etc, como se processam as transições quer ofensivas quer defensivas, pois apenas vi ao de leve a mencionarem a forma como Jesus mantêm o equilíbrio e as compensações, etc. Sei que é difícil, com certeza, encontrar muitos vídeos a justificar o que poderão querer dizer, mas se fosse possível «ilustrar» dessa forma os textos, melhor ainda!
    Estou mesmo a gostar da conversa! Parabéns a todos, e, apesar de ser Benfiquista e os casos mencionados, Hulk e Liedson, não serem do meu clube, não acho, até ver, que sejam mesmo e de todo casos de clubismo. Para tal, até, sugiro avaliações aos avançados do meu clube por forma a perceber um pouco melhor a visão de todos sobre o Benfica.

    Abraço!

    Márcio Guerra

    Volto à publicidade, se não se importarem, caso queiram dinheiro grátis para jogar poker e sem fazerem qualquer tipo de depósito ou gastarem o que quer se seja para o terem. Passem pelo meu blog de poker, e informem-se, deixem comentários que eu ajudo. Eu tenho recebido um dinheirinho gratuito… Vou aproveitando e mando vir os ganhos… Que tal? Soa bem? Apareçam!

    http://HoldUs.Blogspot.com

    Márcio Guerra

    P.s.- E desculpem, novamente, a publicidade!

  7. depende do tipo de desiquilibrios q estejamos a falar.

    É inegável q as perdas de bola de Hulk, desiquilibram de sobremaneira a sua equipa… Desse ponto de vista…

  8. aproveita a derrota do porto para descarregar a azia no hulk. quero ver quando ele voltar á boa forma o k dizes. ontem o porto nao perdeu pelo hulk de maneira nenhuma. perdeu sim porque o jesualdo nao foi capaz de compreender que o meio campo do porto estava a ser "engolido" pelo do braga.
    o falcao tambem o k fez ontem? o porto nao atacou nao teve bola logo hulk falcao e varela tiveram pouquissimas oportunidades de fazer alguma coisa. e hulk ainda foi dos poucos k criou perigo

  9. Muito bem visto, só é pena que esta informação não faça eco na imprensa e comunicação social portuguesa, porque esta análise que fazes do Hulk, é sim, a verdade.

  10. Concordo no essencial com o que escreveste. Mas convirá não esquecer que Hulk ainda é novo, continua a ser trabalhado e tem muitas coisas a limar para se tornar num fora de série. De qualquer forma, há algo que bate mal nele e que ainda não compreendi bem o que é. Talvez a parte mental? Abraço

  11. o Hulk é sem duvida um fora-de-serie. nao é todos os dias que vemos um jogador sair do Japao para a liga dos campões. Não é todos os dias que vemos um um jogador que é dispensado de todos os escalões de formação de grandes equipas e possuir as características individuais tão apreciadas por muitos treinadores a chegar ao campeão português. O Hulk é um monstro, falta agora tornar-se um jogador de futebol…

  12. Claro que é a parte mental…aliás, sendo ele bastante debil nesse aspecto basta que lhe seja mostrado um amarelo no ultimo jogo contra o braga, nas condiçoes que foi, para que não se obtenha o melhor rendimento da parte dele…e os sr do apito já descobriram isso… Porque se alguem tinha duvidas que estava montada uma perseguiçao ao hulk, depois daquele amarelo acho que nao restam duvidas…

    Ruibonga

  13. O homem dos 100 milhões, o tal fenomeno, o maior do planeta.
    Saviolas, Aimares, Cardozos como sabem não lhe chegam aos calcanhares, ele é que vale 100 milhões. É assim no clube corrupto.

  14. Os meus comentários nenhum passa, e os comentarios a chamar corruptos aos outros ja passam…
    nao entendo o criterio, se alguem quiser explicar agradeço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*