Emery – A força do Benfica é o colectivo

Although Benfica may be missing some of their key players for the final, Emery doesn’t see them detracting from just how dangerous an opponent the Portuguese side are, as a team.
They’re important, but not decisive for their team, because they’ve made a lot of rotations and utilised a lot of players. Their structure won’t change and even with individual changes, their team remains the same.”
Mais do que os nomes, o SLB vale pelo modelo. Durante a antevisão da final, Emery disse por várias vezes que mesmo alterando muitas vezes os jogadores, o Benfica jogava sempre da mesma maneira.
Isto mostra duas coisas:
1º que o que a equipa faz em campo tende a ser o mais parecido possivel, independentemente de quem joga, sendo que tal só é possivel graças ao  (bom) treino .
2º que Emery não viu as coisas com atenção. Jogar Sálvio não é igual a jogar Markovic. O comportamento deles é diferente e provoca coisas diferentes nos colegas e consequentemente no jogo. Jogar Cardozo não é igual a jogar Lima ou Rodrigo.
Paolo Maldini
Sobre Paolo Maldini 2355 artigos
Criador do Lateral Esquerdo, é também professor no Estádio Universitário de Lisboa. Treinador de futebol, tendo almejado diversos titulos nacionais. Experiência como coordenador de futebol formação e palestrante em diversas Faculdades de Desporto. Autor do livro "Construir uma equipa campeã" da editora PrimeBooks.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*