“MarsBet”

Superliga nacional de futebol 5 e Superliga nacional de futebol 7

MiniFootball: Tomar decisões com bola. Sem bola.

Porque em jogos reduzidos cada erro se paga de forma imediata pela proximidade às balizas, tende-se a valorizar bastante mais as decisões em jogos de MiniFootball (futebol 5 e 7), quando na verdade mesmo com complexidade maior, é decisiva a boa tomada de decisão. Porque o golo ou o último passe só surgem como consequência de um trabalho prévio.

Na actualidade, como forma de aumentar o tempo de prática e promover a repetição, tão importante no desenvolvimento individual e colectivo, muito se recorre a jogos com menos intervenientes.

Mesmo a um nível amador, organizações como a da Associação Portuguesa MiniFootball, que organiza a SuperLiga Nacional Futebol  5 em campos indoor e a SuperLiga Nacional Futebol 7 em campos outdoor, permitem a quem para além do prazer que retira do jogo, perceber a importância das suas decisões no decorrer de um jogo.

Não é de estranhar o crescimento destas competições amadoras que têm como objectivo divulgar e promover o MiniFootball (termo reconhecido internacionalmente para Futebol 5, 6, 7 e 8), para além de permitirem ainda o convívio entre amigos, colegas de trabalho e clubes menores, em jogos ao fim-de-semana ou durante a semana.

Poder vivenciar, mesmo que a um nível baixo os caminhos que percorrem os atletas dará sempre uma percepção diferente do jogo. Estar sempre no centro do jogo pelo número mais reduzido de jogadores em cada partida mais importante será. Os Campeonatos da Associação Portuguesa MiniFootball têm 2 divisões com subidas e descidas de divisão de acordo com a classificação. Semanalmente são feitas notícias, estatísticas, filmagens e fotografia, existindo no final das épocas prémios colectivos e individuais. Não existe um valor associado à inscrição, o custo para as equipas é pago jogo a jogo. As suas provas são constituídas por Campeonato, Liga de Inverno, Taça dos Campeões, Taça Regional e, por fim, a grande Final Nacional: no final de cada época realiza-se a Final Nacional de cada competição integradas no evento denominado Elite MiniFootball 5 & 7, acolhido habitualmente por um município diferente, com enfoque em localizações turísticas do país. O que para além de possibilitar o retirar do prazer pelo jogo, e proporcionar aprendizagens, também está envolto num espirito de camaradagem e de sentimento comum de pertença a um jogo.

Ainda como atractivo, o facto do campeão nacional de cada competição – SuperLiga Nacional Futebol 5 e SuperLiga Nacional Futebol 7 – ter o direito de participar na EMF Champions League, jogada em futebol 6 e organizada pela European Minifootball Federation, da qual a Associação Portuguesa MiniFootball é membro. Competição esta que inclui 64 equipas oriundas dos 30 membros desta federação internacional.

Atractivo também o facto de qualquer jogador que jogue nestas provas nacionais tornar-se automaticamente elegível para representar Portugal através da Selecção Nacional da AP MiniFootball, que anualmente participa no Campeonato Europeu de MiniFootball – disputado em futebol 6 – organizado pela European Minifootball Federation.

Sabe mais sobre como inscrever uma equipa nestas competições em www.superligafutebol5.com ou www.superligafutebol7.com

 

Paolo Maldini
Sobre Paolo Maldini 2860 artigos
Creator of the "Lateral Esquerdo", is also a teacher at the University Stadium in Lisbon. Soccer coach, having conquered several national titles in Portugal. Experience as soccer coordinator, and lecturer at various Sports Universities. Author of the book "Build a champion team" from the publisher PrimeBooks.

2 comentários em Superliga nacional de futebol 5 e Superliga nacional de futebol 7

  1. Participei em 3 edições e foi realmente uma experiência muito gira. A minha equipa era constituída quase só por ex jogadores federados que jogaram futebol federado pelo menos nas camadas jovens, vencemos uma das divisões mais baixas e na superior o nível era já bastante bom para amadores, tanto que nós ficávamos pelo meio da tabela com muitos jogadores com experiência de futebol federado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*